Motorista morre com suspeita de dengue hemorrágica em Colatina

3562

01Um homem morreu com suspeita de dengue hemorrágica em Colatina, no Noroeste do Estado, na quinta-feira (18). A cidade, que está em situação de epidemia de dengue, tem 51 casos confirmados e 540 notificações da doença.

Segundo o atestado de óbito, o motorista Delzilio Tinelli, de 59 anos, morreu de falência múltipla dos órgãos, provocada por dengue hemorrágica. No entanto, a Secretaria de Saúde informou, em nota, que representantes da vigilância já estiveram no hospital e também solicitaram exame, que deve ficar pronto em 15 a 30 dias, para comprovação da dengue hemorrágica.

De acordo com o irmão da vítima, Lazaro Tinelli, ele começou a passar mal na quinta-feira (19). “Ele morava no bairro Alto Vila Nova, mas como ele trabalha como motorista, a gente não sabe em qual lugar ele foi picado. Quando acontece na família é que percebemos o poder que um mosquito daquele tamanho tem”, comenta.

Combate

Colatina decretou situação de epidemia de dengue na última terça-feira (17). O decreto ocorreu após o município notificar 443 casos para cada 110 mil habitantes. Em apenas cinco dias foram 186 notificações.

Por causa da situação, o município está realizando uma série de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Uma dessas ações são os mutirões de limpeza nos bairros onde há maior número de notificações, como em Maria das Graças, Carlos Germano Naumann e Ayrton Sena.

As fiscalizações nos lotes vazios também estão sendo intensificadas. O proprietário que for notificado e que não realizar a limpeza e manutenção do terreno, pode receber multa de até 2 mil. Alem disso, eles terão os nomes encaminhados ao Ministério Público para que seja aberto processo criminal.

A secretaria de saúde, Débora Gatti, pede o apoio de toda população no combate ao mosquito aedes aegypti. “O número é muito alto e está aumentando assustadoramente”, comenta.

Fonte: gazetaonline