Morre Neguinho, ele que teve 80% do corpo queimado em Barra de São Francisco

2246

Rodrigo Honório Pedro, mais conhecido como Neguinho, que residia no bairro Colina em Barra de São Francisco, morreu neste sábado, 17/02/2018, ou seja, 14 dias depois de ter queimaduras em aproximadamente 80% de seu corpo. O fato ocorreu no último dia 04/02/2018.

O caso aconteceu no bairro Colina, e de acordo com o boletim de ocorrência policial (B.O) registrado no dia 04 deste mês, a esposa de Neguinho, Cleudiane Pinto da Silva, havia ateado fogo no próprio marido.

No dia dos fatos ocorridos, Claudiane disse que estava em uma festa com ele, e em determinado momento Neguinho chamou a mulher para irem em bora para casa, mas ela não aceitou ir com ele, preferindo ficar na festa com amigos.

Conforme o B.O, ao chegarem em casa, o casal começou uma discursão, vindo em seguida entrar em vias de fatos, onde Neguinho, segundo B.O começou a dar chutes e socos na esposa Cleudiane, chegando ao ponto de ele, Rodrigo jogar um ventilador no rosto de sua mulher, e a bater nos próprios filhos. Isto era a versão da esposa dele.

Após Rodrigo sair da residência, depois de agredi-la, Cleudiane tomou posse de uma garrafa que continha gasolina e começou a jogar o produto pela casa para atear fogo, e que, no momento ao ascender o fogão para incendiar a casa, Rodrigo retornou para dentro da casa e que com a combustão da gasolina acabou pegando fogo no marido, causando lhe graves lesões pelo corpo.

Disse Cleudiane.

A mulher disse aos PMs que o fogo se concentrou apenas na cozinha, segundo relato de Cleudiane, reafirmando ainda que queimou uma mesa, um fogão e alguns utensílios. A mulher disse a polícia que também teve queimaduras em seu corpo, sendo também encaminhada ao hospital local.

No dia dos fatos narrados, policiais encontraram a vítima caminhando pela rua a procura de atendimento médico, e imediatamente o Corpo de Bombeiros o socorreu até o hospital da cidade, mas neste sábado, ele não resistiu e morreu.