Marlon do Ferro Velho é mais um candidato a presidir o Santos

585

Neto Pimenta foi o primeiro, agora é Marlon Toledo com o nome à disposição. A volta do Santos está mexendo com a população de Barra de São Francisco.

“Chego não como torcedor, mas para trazer reforços e para levar as revelações para grandes clubes”. Foi assim,  na moda “cheguei chegando”, que o empresário Marlon Toledo de Oliveira, 30 anos, o “Marlon do Ferro Velho”, anunciou que seu nome está à disposição para presidir a volta do Santos ao futebol capixaba.

O anúncio do retorno do Santos ao está mexendo com quem gosta de futebol não apenas em Barra de São Francisco, mas já em toda a região Noroeste. A escolha da diretoria será feita em assembleia convocada pelo presidente de honra, Enivaldo dos Anjos, para o dia 22, próxima segunda-feira, às 18 horas, no auditório do Colégio Santa Terezinha.

Conhecido como Marlon do Ferro Velho, por causa da loja de venda de peças usadas que tem em Barra de São Francisco, Toledo possui também farmácia em Água Doce do Norte. Sua família é tradicional no município, especialmente em Santo Agostinho, e o amor pelo futebol parece ser genético: o avô dele, Tenício Toledo, foi técnico de futebol e dirigiu, dentre outros times regionais, o Volante, de Mantena.

Nascido no ano em que Enivaldo dos Anjos assumiu a prefeitura de Barra de São Francisco pela primeira vez (1989), época em que Água Doce ainda pertencia ao município-mãe, Marlon não se lembra de nada daquela época, mas acompanhou a trajetória do atual prefeito pelas obras que deixou e pelas atividades que exerceu. Por isso, disse que está atendendo à convocação de Enivaldo, presidente de honra do Santos.

“Estou colocando meu nome para ser presidente executivo não por vaidade e nem como um simples torcedor, mas para colocar minha experiência e vivência à disposição. Sempre gostei de futebol e desde muito cedo estabeleci amizades em São Paulo e Belo Horizonte. Conheço pessoalmente o Mano Menezes e tenho muita ligação com a Inter de Limeira, e posso ajudar tanto a trazer bons jogadores como a levar as revelações para grandes clubes”, disse Marlon.

Essa ligação tem uma história: é que Marlon Toledo desde novo desejou ser empresário de jogadores e saiu em busca de informações e relacionamentos. “Levei muita gente para fazer teste no Cruzeiro, conheço bem esse ambiente. Inclusive, acho que existem bons jogadores na várzea na região que só precisam de uma oportunidade. Acho que devemos convidá-los para uma grande peneira e depois reforçar com jogadores mais experientes”, já se antecipa Marlon.

MERENGUES

Agora, já são dois os pretendentes a presidente do Santos, ambos jovens, o que agrada ao presidente de honra, Enivaldo dos Anjos. O primeiro foi o desportista Levindo Pimenta Neto, mais conhecido como Neto Pimenta, 35 anos. “A juventude está se mobilizando para assumir o comando das atividades de Barra de São Francisco. O futebol, com o Santos, tem esse propósito e mexe com o amor das pessoas pela cidade”, disse Enivaldo.

Neto chamou a atenção de Enivaldo por seu desprendimento e comprometimento com a mobilização dos jovens de Barra de São Francisco no apoio ao Real Noroeste, de Águia Branca, no Campeonato Capixaba.

“Quero convocar aquela galera que se reunia em torno da Raça Merengue, quando apoiávamos o Real Noroeste, para unirmos força, agora, em torno do Santos, que sempre foi levado pela guarda. O Real representava o Noroeste, agora, chegou a hora de a juventude francisquense mostrar seu valor e sua vibração, levantando o Santos para reviver seus melhores dias”, disse Neto Pimenta.