Mais de 900 toneladas de entulhos são retiradas dos rios em cinco dias

413

Equipes da Prefeitura concluíram a limpeza do rio Itaúnas e, agora, vão concluir também do rio São Francisco

As máquinas continuam os trabalhos de limpeza do leito do rio São Francisco (Foto: Gilberto Gil)

Continuam em ritmo acelerado os trabalhos das Secretarias de Interior e Transportes e de Serviços e Limpeza Pública para deixar desimpedidos os leitos dos principais rios que cortam a cidade de Barra de São Francisco e, assim, evitar eventuais inundações com a possibilidade de chuvas fortes nos próximos dias na região.

Em apenas cinco dias de trabalho, segundo o secretário Rodrigo Nogueira, dos Transportes, já foram retiradas mais de 900 toneladas de entulhos dos leitos dos rios Itaúnas e São Francisco. Nesta sexta-feira (8), as equipes concluíram a limpeza de 1,4km de curso do rio Itaúnas entre a barragem de captação de água da Cesan, na Vila Landinha, e a sua foz no rio São Francisco, entre os bairros Irmãos Fernandes, Carabina e Vila Gonçalves.

São retiradas cerca de 200 toneladas de entulhos por dia e Nogueira disse que boa parte do rio São Francisco também já está limpa, já estando concluído entre o encontro com o Itaúnas e o bairro Campo Novo. Agora, a limpeza continuará da ponte do Banestes no sentido do bairro Nossa Senhora da Penha, onde será finalizado. Ao final dos trabalhos, terão sido limpos quase 5km de rios.

Encontro dos rios Itaúnas (esquerda) e São Francisco: a limpeza continua

As equipes começaram o trabalho de limpeza também do córrego Estrela, que corta a Vila Vicente e está com seu leito assoreado e invadido. De tão degradado, a população da região acabou adotando o hábito dos moradores das grandes cidades, quando não cuidam de seus mananciais: o córrego Estrela ganhou o apelido de “Valão da Vila Landinha’.

O prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) determinou às duas secretarias cuidado permanente com a limpeza da cidade e de seus rios. “A administração está dando à população demonstração de como se cuida da cidade. Agora, esperamos a colaboração dos moradores para que ajudem a conservar. Rios limpos não são importantes apenas para a qualidade da vida em seu leito, mas também evita a proliferação de insetos e mosquitos”, disse o prefeito.