Líder do prefeito de Barra de São Francisco desafia Ministério Público

941
Vereador Mulinha
Vereador Mulinha

O líder do prefeito de Barra de São Francisco, Wilson Pinto das Mercês, o Mulinha (PMDB), pode ter cumprido ordens de seu superior e está fazendo desafios ao Ministério Público local.

Na sessão da câmara municipal de Barra de São Francisco desta segunda feira, 07/03/2016, ao fazer o uso da tribuna daquela casa de leis, Mulinha disse que em conversa com o prefeito, o chefe do poder executivo disse a ele, “já quer o MP me investigar, então eu quero saber dos 33 processos que protocolei e até hoje não obtive resposta”, disse o prefeito, e Mulinha repercutiu as falas do prefeito na tribuna da câmara municipal. Mulinha disse ainda que vai cobrar pessoal uma posição do MP em relação aos 33 processos, que segundo ele é em desfavor da administração Waldeles Cavalcante, entre outros.

Esta não é a primeira vez que Mulinha gira sua metralhadora com o Ministério Público, em uma sessão anterior, o mesmo Mulinha chegou a dizer que o MP não tem competência para cassar prefeito.

A denúncias que Mulinha se refere foram protocoladas no primeiro ano de governo do prefeito.

Os representantes do Ministério de Barra de São Francisco deverão dar uma resposta ao vereador Mulinha, que fez a cobrança em nome do prefeito, que cobra resposta dos 33 processos contra a a administração anterior.

Pode ser que o vereador Mulinha esteja tentando mudar o foco de uma ação de improbidade administrativa proposta pelo MP contra o prefeito, vice, Moisés e empresas, onde eles são acusados de formação de quadrilha para tirar dinheiro dos produtores rurais e embolsarem.

Vale lembrar que o MP francisquense a alguns anos atrás estava sendo questionados por grande parte da população local, mas que de uns anos para cá passou a ter credibilidade perante a opinião pública pelos trabalhos no combate a corrupção.

Nesta sessão de segunda feira, o vereador Lula Cozer voltou a elogiar a postura séria e transparente do MP, onde, segundo, ele os promotores desvendaram uma quadrilha que tirava dinheiro dos produtores rurais em benefício próprio.

Valézio Armani também elogiou o MP, dizendo que os promotores descobriram que as empresas de maquinas contratadas pela prefeitura, “roubaram dinheiro dos produtores rurais e enfiaram no bolso”.

Na sessão da câmara municipal desta segunda feira, o número de funcionários contratados pela prefeitura que estavam sendo “recrutados” pelo secretário de Educação Aldair Antônio Rhein, para tentar tumultuar os trabalhos dos vereadores caíram mais da metade.

Esses funcionários eram obrigados a comparecer às sessões para defender o esquema de corrupção desvendada pelo Ministério Público, que, inclusive intimou o referido secretário para depor na data desta segunda feira.

Vejam as fotos da sessão de ontem (fotos: Elaine Henrique)

12805712_1034817339890285_6334432811424102588_n12512451_1034817359890283_1778806230176563484_n12512451_1034817436556942_938282238682272975_n12814296_1034817313223621_8634663129445190393_n