Justiça eleitoral de Mantena poderá investigar possível convenção política com eleitores de Central de Minas

1167

44Uma informação em Mantena poderá se transformar em denúncia junto a justiça eleitoral. Eleitores de outras cidades podem ter vindo participar de uma convenção realizada no último dia 31/07/2016, ocorrido na Câmara Municipal de Mantena,

Segundo informações, trouxeram também pessoas que tocaram charanga, além de passeata com bandeiras realizada pelas ruas possivelmente sem autorização da justiça eleitoral.

Há quem diga nos bastidores, que esta situação já é praxe por parte de alguns partidos políticos da região, quando tem um evento de maior importância como convenção ou comícios, buscam no domicilio eleitoral de outro município pessoas para demonstrar aos eleitores de  sua cidade que estão fortes e bem na fita, o que na verdade  pode se tornar uma possibilidade de enganar aos eleitores, pratica que não é bem vista pelas autoridades e nem pela população de uma forma em geral.

Neste fim de semana a tentativa voltou a acontecer e um ônibus de Central de Minas rodou pela cidade na hora da convenção política, muitas foram as  fotos  e os vídeos  divulgadas pela internet sobre a situação ocorrida neste domingo, (31/07),   segundo informações trazendo eleitores de Central de Minas para tentar encher o evento de Gentil da Mata (PPS), que foi realizado na Câmara Municipal de Mantena.

Na opinião do charangueiro Matheus Diniz, destacada pelas Redes Sociais, outro fator que marcou de forma negativa o evento foi  sobre a “charanga de fora” que trouxeram para agitar a festa, lembrando aos políticos que os eleitores de outras cidades  não dão votos “fala em mudança, ajuda nosso povo e traz pessoas de outras cidades. No dia 05 de outubro irei lembrar de vocês na urna”, ratificando.  Logo após sua postagem muitos comentários surgiram todos imbuídos no mesmo propósito.

A ação de sair pelas ruas balançando bandeiras e desfilando juntos também pode ser questionada pela justiça eleitoral, se   configurada e comprovada a  realização da passeata  pelas ruas de Mantena torna-se uma propaganda eleitoral extemporânea que pode ser punida com multas, cassação do registro e advertência.

45 46 47 48