Jogadores, torcedores, técnicos e dirigentes, dizem que Copa Rural virou “casa de mãe Joana”

426

21Um desportista amante do futebol residente em Barra de São Francisco, entrou em contato com este site para relatar sua decepção com um campeonato em andamento promovido pela secretaria de esporte da prefeitura municipal.

“Barra de São Francisco sempre teve bons campeonatos, bem organizados, estruturados e respeitado em todo município, mas agora a situação ficou insuportável, pois já considero como o pior campeonato de todos os tempos a Copa Rural, que era um campeonato tradicional em nossa cidade”, disse o desportista.

“Nós que somos jogadores amadores ficávamos ansiosos para começar logo essa competição, mas esse ano no comando do secretário Rodrigo Cirilo tem deixado a deseja”, lamenta o jogador.

Confesso que este é o pior campeonato de todos os tempos, está uma bagunça geral, sem critérios, sem disciplina e agora como se não bastasse e por causa de política acabaram com Conselho Disciplinar”, detona um atleta.

De acordo com as reclamações, o conselho quer punir uma equipe, mas por politicagem o prefeito passou por cima da decisão e por este motivo o conselho achou melhor abandonar o campeonato. Como não tem conselho para disciplinar a competição, o que se vê gora é jogador podendo agredir jogador e nada acontece.

“Jogador pode agredir juiz que não tem ninguém para punir, como vamos jogar um campeonato sem segurança para nós”, indaga um atleta. Para piorar a situação times que perdem o primeiro jogo não volta no segundo, deixando a equipe, a comunidade e comissão falando sozinho”, disse um dirigente.

Esse campeonato não tem mais punição para ninguém, virou casa da mãe Joana”, desabafa um técnico.