Ivan de Mantenópolis foi encontrado morto e só de cuecas em Cuparaque

2127

IVANDe sexta para sábado, 28/02/2015, familiares de Ivan Alves de Sales, 24 anos, divulgaram foto dele nas redes sociais, em busca de informações sobre seu desparecimento. Ainda na madrugada, familiares, policia militar e amigos faziam contatos para tentar localiza-lo, já que segundo informações de vizinhos ele havia sido retirado de sua casa sob a mira de arma de fogo.

Ivan segundo informações Ivan havia chegado em sua casa entre meia noite a uma hora da madrugada de sábado. A vítima morava nos fundos da casa do pai, que só sentiu sua falta pela manhã. Infelizmente o corpo de Ivan foi foi encontrado na serra de Cuparque a uns 10 metros retirado da estrada principal em uma ribanceira.

O corpo de Ivan estava na posição de decúbito dorsal, amarrado e o semidespido (só de cueca) com ferimentos na cabeça. A causa da morte ainda não foi divulgada pela polícia que apura o caso. Ivam teria saído da casa do irmão na noite de sexta para sábado para ir para a sua residência.

A casa de Ivan, que morava sozinho foi encontrada toda revirada, portão dos fundos e porta da sala abertos e faltando alguns objetos no local, segunda a policia militar avia sinais de arrombamento pela janela com marcas de pé na parede.

Foi encontrado na casa de Ivan um chip de celular quebrado, uma luva descartável de cor branca em um dos quartos. No entanto, não foi mais visto e nem deu mais notícias. Desde então, a família vinha realizando buscas e procurando informações sobre o rapaz.

Durante abordagem policial militares de Mantenópolis prendem homem foragido da justiça

Durante patrulhamento na cidade de Mantenópolis, por volta das 15h00min desta quinta-feira, 26/02/2015, na Rua Rodrigues Menezes, policiais militares do 11º BPM, abordaram o cidadão D.S.M., tendo em vista seu nome já ter sido citado em denúncias Anônimas no tráfico de entorpecentes daquele Município. Ao averiguar seu nome no sistema da polícia, foi confirmado um mandado de prisão de nº 210.14.008514-8 datado em 02/01/2015, em aberto contra o mesmo, foram-lhe então dado voz de prisão, sendo conduzido para o DPJ para as devidas providências.