Homem que tentou matar a ex-mulher tinha virado “evangélico” há pouco tempo

810
Carlin e Vanuza
Carlin e Vanuza

Evangélico de conveniência, Luiz Carlos Henrique, o Carlim, que atirou na cabeça da ex-mulher, Vanusa, na tarde do último sábado, dia 7/11/2015, em Barra de São Francisco e tentou o suicídio em seguida, pode ter entrado na igreja apenas por causa do seu problema conjugal.

Segundo conhecidos, ele tinha entrado para a igreja há pouco tempo. Ele frequentava a Igreja Batista Viva, onde deu seu testemunho. Amigos dizem não entender a reação dele e nunca imaginavam que ele fosse cometer um crime desses contra Vanuza, que é uma mulher tão boa.

“Um monstro. Aceitou Jesus, mas negou em seguida. Se tivesse realmente aceitado nunca teria feito isso com a Vanuza. Aceitar como ele aceitou tem um monte escondido nas igrejas”, comentou um amigo da ex-mulher de Carlim.

O crime aconteceu por volta das 17h de sábado, na área do Espaço Universal, na saída de Barra de São Francisco para Mantena. O tiro atingiu a lateral da cabeça de Vanuza e segundo informações, a bala está alojada próximo ao seu olho. Em Luiz Carlos, o tiro pegou próximo ao ouvido, em direção a nuca.

Os dois foram socorridos pela polícia militar, com ajuda de populares e atendidos no Pronto Socorro do Hospital Dra. Rita de Cássia, em Barra de São Francisco.

Moradores da Vila Luciene, os dois estavam separados, mas Carlim não concordava. Entre idas e vindas, ele sempre tentava se reconciliar, mas dessa vez Vanuza não queria mais.

No dia do crime Carlim foi até o local de trabalho de Vanuza e a convidou para uma conversa amigável. Os dois entraram em seu veículo, um Polo de cor prata, onde tudo aconteceu.

Por: Weber Andrade