Homem é preso suspeito de manter mulher em cárcere privado em Colatina

279

Uma mulher foi espancada e trancada dentro de casa pelo próprio marido no município de Colatina, interior do estado. O caso choca tanto pela brutalidade, quanto pela atitude desesperada da vítima ao pedir ajuda.

A mulher escreveu um bilhete e pediu para que o filho, uma criança de 9 anos, pulasse o muro da casa e entregasse o papel para a primeira pessoa que ele visse na rua. Um vizinho recebeu e acionou a polícia.

O plano da mulher foi colocado em prática na noite da última terça-feira (22), enquanto o esposo estava dormindo. A vítima escreveu o bilhete e deu ao filho que foi em direção ao vizinho mais próximo para entregar.

O bilhete, escrito a mão, foi feito após a vítima ter sido espancada pelo companheiro. No papel ela escreveu: “Socorro, preciso de um médico, por favor te imploro, me ajuda, liga anônimo”.

A vítima, uma mulher de 30 anos, contou aos policiais que sofria ameaças do marido e que o homem teria proibido ela de sair de casa. Morando há sete anos com o suspeito, a mulher afirma ter sido agredida por ele outras vezes, inclusive na frente dos filhos, mas desta vez, ela contou que o homem foi ainda mais violento com chutes e socos e que teria quebrado a costela.

O suspeito, um homem de 25 anos, foi encaminhado à Delegacia Regional de Cariacica. Na casa, além da vítima, os policiais encontraram um revólver calibre 22 e duas munições. O homem foi autuado em flagrante pelos crimes de lesão corporal, cárcere privado na Lei Maria da Penha e posse ilegal de arma de fogo.

Fonte: Folha Vitória