Homem acusado de matar a esposa com facada é preso em Vila Pavão

750

muhmgsvtjp3r5y45h0pmazvz1892044Uma dona de casa, de 31 anos, foi morta pelo marido dentro de casa com uma facada, em Córrego Cabeceira de Praça Rica, na zona rural de Vila Pavão, Noroeste do Espírito Santo. O crime aconteceu no domingo (27), mas o suspeito foi preso nesta terça-feira (29).

Segundo a polícia, Núbia Barbosa Lima Jacob, 31 anos, foi atingida no abdômen após uma discussão com o marido, o caminhoneiro Lorivânio Jacob, de  35 anos.

O suspeito disse à Polícia Civil que o motivo da briga foi uma crise de ciúmes depois de ver a mulher conversando com um outro homem.

Segundo a PM, Lorivânio estava embriagado e se apossou de uma faca durante a briga. Para se defender, a dona de casa pegou um pedaço de madeira. A mãe do suspeito ainda tentou segurar o filho, mas não conseguiu.

O suspeito contou que a discussão teve início depois que ele presenciou uma conversa entre a esposa e um rapaz em um piscinão de Vila Pavão. Nervoso, ele foi para casa sem falar com a mulher.

Assim que a esposa chegou em casa, Lorivânido disse que queria a separação.

“Ele alegou que ela partiu para cima dele. No meio da discussão, ela teria empurrado o marido, os dois acabaram caindo no chão e ele, então, esfaqueou a mulher”, contou o investigador da Polícia Civil José Vidoto Sobrinho.

A vítima foi levada para o Hospital São Marcos, em Nova Venécia, mas não resistiu ao ferimento.

O casal tem dois filhos, um menino de  11 e uma menina de  9 anos. Famíliares disseram que não sabiam das brigas entre o casal.

“Não sabia que eles tinham discussões sérias desse jeito. Foi uma pena porque ela era uma pessoa maravilhosa, muito alegre”, afirmou uma prima da vítima, que preferiu não se identificar.

Suspeito
Após o crime, o caminhoneiro suspeito de matar a esposa fugiu. Na tarde desta terça-feira (29), Lorivânio se apresentou à Polícia e foi preso depois que a Justiça expediu um mandado de prisão preventiva contra ele.

De acordo com o investigador da Polícia Civil, José Vidoto, o caminhoneiro demonstrou arrependimento e disse que não tinha a intenção de matar a esposa.

“Ele disse que a faca ficou o tempo todo nas mãos dela e que tentou tomar o objeto da esposa. O acusado alegou que, na hora em que tropeçaram e caíram no chão, ele acabou atingindo a faca na barriga da mulher”, conta o investigador. O suspeito foi encaminhado para a Penitenciária Regional de São Mateus e vai responder pelo crime de feminicídio.