Guarapari proíbe utilização de água para lavar calçada e encher piscina

704

guarapariA partir desta quarta-feira (28) será proibida a utilização de água da rede pública para lavar veículos, calçadas, frentes de imóveis, ruas, encher piscinas, bem como outras situações que não sejam o consumo humano na cidade de Guarapari.

Além dessas medida, os estabelecimentos comerciais especializados em lavagem de veículo e indústrias que dependam da utilização de água em seu processo produtivo deverão adotar sistema de captação de água subterrânea e sistema de reúso.

Também ocorrerá restrições e consumo racional da água potável, fornecida pela Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), por prazo indeterminado em residências, indústrias e prédios públicos localizados no município. As medidas foram adotadas para que os serviços continuem a atender às necessidades fundamentais da população.

O decreto é resultado da prolongada estiagem que reduziu os níveis de água acumulada nas bacias e reservatórios que abastecem as estações de tratamento que atendem o município, das previsões meteorológicas que indicam clima seco durante todo o período de verão e início de outono e também devido a possibilidade de desabastecimento severo de água potável caso não haja providências efetivas para o racionamento e utilização deste recurso.

Segundo a Prefeitura Municipal de Guarapari, haverá, portanto, fiscalização de Meio Ambiente e de Posturas, no que diz respeito à notificação e imposição de multas aos infratores. O decreto será publicado na íntegra nesta quarta-feira (28), no Diário Oficial, entrando em vigor a partir da sua publicação