Guarapari na mira da CPI da Máfia dos Guinchos. Enivaldo dos Anjos foi entrevistado pela TV local

786

DSC04872O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), concedeu entrevista a TV Guarapari, nesta sexta feira, 08/01/2016, para falar sobre a Máfia do Guincho que atua implacavelmente no município e tem gerado indignação nos turistas e moradores locais. A entrevista foi feita em uma das ruas do centro de Guarapari, onde, inclusive, a guarda municipal e a polícia militar têm tirado a tranquilidade de donos de veículos.

A polícia tem feito apreensões e acionado guinchos nas ruas em frente as praias e aos arredores de Guarapari. No momento em que concedia a entrevista, o deputado foi reconhecido por várias pessoas, que o elogiaram e o cumprimentavam pelo seu trabalho em favor da população e contra a Máfia dos Guinchos que se instalou em todo Estado do Espírito Santo.

Ainda durante a entrevista notou-se a presença de guardas municipais aos redores do deputado, tudo isso para tentar intimidar o deputado, que durante a entrevista rasgou o verbo e disse o que a população gostaria de ouvir. Nas fotos os internautas podem observar que alguns guardas aparecem ao fundo e até questionando motoristas estacionados nas proximidades. Alguns guardas usavam calças e outros estavam de bermudas.

Leiam na integra a entrevista do deputado Enivaldo dos Anjos.

A CPI chamada a CPI da Máfia dos Guinchos tem também apurado o estacionamento Rotativo. Onde o estacionamento privado através do Rotativo com os pátios tem uma ligação porque gera recursos através do guincho.

Em Vitória, por exemplo, desde a criação da CPI, de janeiro a maio, do ano passado tinha mais de 400 veículos em média removidos por guincho, e conseguimos provar que o Rotativo não pode ter guincho. A prefeitura então baseada em nosso trabalho baixou uma portaria proibindo guincho e hoje está em média de 30, só em lugares proibidos.

Isto que está sendo instalado em Guarapari é também uma máfia para ganhar dinheiro às custas da população, sem nenhuma organização e sem nenhum critério e até mesmo sem reserva de vagas para idosos e cadeirantes, uma demonstração de falta de respeito e consideração com os idosos, que não tiveram seus direitos respeitados pela prefeitura.

Já pedimos suspeição do contrato do Rotativo de Guarapari porque foi aprovado na última hora, no fim da legislatura e cheio de manobra para a aprovação dele, ele foi feito primeiramente por vereador, mas depois a prefeitura consolidou, porque a lei tem que ser feita pelo município.

A empresa também está sob suspeição, ela que é do Estado do Rio de Janeiro e todos já sabiam antes da licitação abrir que ela é quem ganharia porque foi ela quem fez o projeto básico para ganhar a licitação sem nenhum critério e sem nenhuma concorrência.

A cobrança do rotativo é absurda, desnecessária e sem discutir com a população, com os comerciantes e os demais seguimentos da sociedade. Quem escolheu as ruas para rotativo? Porque foi feito isto em cima do verão quando o município recebe mais de 200 mil carros?

Não sei por que esse contrato está em vigor, pois já denunciamos isso ao Tribunal de Contas, e não sei por que o TCE-ES não está apurando o referido contrato. O TCE-ES também está sob suspeição por não apurar este contrato, inclusive, contrato está sob suspeição. Fizemos um oficio ao comandante da polícia militar para saber os motivos que a polícia militar está atuando na sem piedade na apreensão de veículos e fazendo chamamento de guinchos.

A polícia é paga para proteger a população e não ficar a serviço de apreensão de veículos. Polícia tem de combater a violência, prender bandidos, ladrão e combater o tráfico de drogas. Chega de ficar protegendo essa quadrilha da máfia do guincho. A população tem que agir contra essa máfia do guincho e não permitir que ela fique ai abusando das pessoas.

Ao finalizar a entrevista, o deputado disse que o prefeito de Guarapari já está convocado para depor na CPI e se explicar sobre o rotativo da cidade.

DSC04870 DSC04873 DSC04874 DSC04875 DSC04878 DSC04879 DSC04882 DSC04886 DSC04887