Família é assassinada por ex-vizinhos em Pancas

2757
Carlinhos e Nei, dois dos acusados do crime que chocou
a cidade de Pancas

Um crime brutal chocou o município de Pancas, na região Noroeste do Espírito Santo. Três pessoas de uma mesma família foram assassinadas por ex-vizinhos após uma briga ocorrida no Natal de 2017.

Segundo informações da Polícia Civil, houve um desentendimento no dia 24 de dezembro, quando todos os envolvidos moravam na cidade de Alto Rio Novo, também na região Noroeste. O motivo da discussão não foi revelado. Dias depois da briga, uma das famílias teve duas motos furtadas. Eles acusaram um adolescente da família vizinha pelo crime, e os ânimos se exaltaram.

Após a acusação de furto, a família foi alertada por outros moradores da rua que seria perigoso continuar morando no local. Com medo, eles mudaram de casa na madrugada deste sábado (24), sem que ninguém percebesse, e seguiram para a Comunidade Córrego Urucum, no distrito de Vila Verde, em Pancas.

O CRIME

No domingo (25), um dos membros da família atacada conta que foi sequestrado por dois ex-vizinhos: Carlinho Cândido da Silva e o adolescente acusado dos furtos das motos. Eles também estavam acompanhados de Valdinei da Silva Cândido, o “Nei”, que é taxista na cidade de Mantena (MG). Os três são irmãos.

Armados com dois revólveres calibre 38, os dois irmãos mais velhos queriam se vingar pela acusação feita contra o adolescente e ordenaram que a vítima sequestrada informasse o novo endereço da família que havia se mudado de Alto Rio Novo.

Eles amarraram a vítima, a colocaram dentro do táxi de Nei e obrigaram que o sequestrado os levassem à nova residência da família que teria acusado o adolescente de furtos.

Ao chegarem à nova casa da família em Pancas, onde estavam morando oito pessoas (sendo duas crianças), os criminosos já começaram a atirar. A vítima do sequestro foi mantida dentro do táxi durante a ação.

Parte da família conseguiu correr ao ouvir os tiros disparados por Carlinhos e Nei. Quando a polícia chegou ao local, encontrou Martha Irene dos Santos morta dentro de casa com um disparo na cabeça. Fernando Alves dos Santos, 23 anos, filho de Martha, foi encontrado morto em uma mata próxima à residência. Ele foi baleado quatro vezes. Perto de Fernando foi encontrado o corpo de outro parente, José Edmar Ribeiro.

A vítima do sequestro, que estava no veículo, disse à polícia que conseguiu sobreviver, pois se soltou das cordas e fugiu para uma mata.

PRESOS

De acordo com o delegado João Seidel, da 15ª Delegacia de Colatina, o suspeito Carlinho Cândido da Silva foi preso após o crime, ainda no local. Ele tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio qualificado e foi autuado por triplo homicídio qualificado, sequestro e cárcere privado.

Já Valdinei da Silva Cândido, o Nei, foi detido em Mantena (MG). Com o suspeito, foram apreendidos o veículo usado no crime e um revólver. Os dois foram conduzidos para a Delegacia de Colatina e serão encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina. O adolescente também foi encontrado em Mantena, e apreendido.

Fonte: Gazeta Online