Ex-jogador Zé Montanha sofre tentativa de execução no interior de Barra de São Francisco

7030


O atentado a tiros sofrido pelo agricultor José Demétrio Neto, o popular Zé Montanha, ex-jogador de futebol, não foi uma tentativa de assalto, como se pensou de início, mas uma tentativa de execução praticada por dois homens de fora da cidade.

Esta é a conclusão inicial de um oficial da Polícia Militar, ao analisar o modus operandi dos atiradores, bem como o fato de não serem da região. Em princípio, está parecendo crime de mando, segundo o oficial, porque uma tentativa de latrocínio teria envolvido o roubo, mas os executores pareciam estar determinados a acabar com a avida do agricultor. Eles foram presos (não tiveram os nomes revelados) e com eles a Polícia Militar apreendeu duas armas.

Armas apreendidas com os dois homens presos: a Polícia acredita que houve uma tentativa de execução

Zé Montanha foi surpreendido em sua residência no Córrego Santa Angélica, no Distrito de Monte Sinai, segundo testemunhas, por quatro indivíduos que chegaram atirando e o atingiram nas costas com dois disparos e foi socorrido ao Hospital Dr. Alceu Melgaço, de Barra de São Francisco/ES. 

O agricultor Zé Montanha estava em sua residência com a família, quando os criminosos chegaram. Segundo informações eles efetuaram diversos disparos contra a vítima, mas acertaram apenas dois em suas costas. A atuação dos criminosos provocou pânico e os familiares da vítima correram procurando se esconder para não serem atingidos. 

Levado às pressas para o hospital, Zé Montanha está na sala de cirurgia. O seu estado não foi informado. A polícia agiu rápido e conseguiu prender dois dos criminosos, mas até o momento não foram divulgados nomes e nem a motivação para o crime. As investigações ficarão a cargo da Polícia Civil de Barra de São Francisco.