Estacionamentos de curta duração em frente a farmácias estão sendo desrespeitados em Barra de São Francisco

267

Estacionar em Barra de São Francisco nos dias de hoje não tem sido uma tarefa muito fácil. A capital do granito cresce assustadoramente no fluxo de veículos e transeuntes pelos quatro cantos do município.

O fato que tem despertado a atenção da sociedade devido à pandemia Covid-19 é com relação aos locais destinados para estacionamentos de curta duração.

Durante a pandemia a procura por farmácias tem sido muito grande, mas estacionar em frente a uma é uma missão quase impossível devido à falta de atenção e respeito pelos condutores que ignoram a sinalização em frente às mesmas.

Art. 90 – Vagas especiais de estacionamento

VII – Área de estacionamento de curta duração (parte da via sinalizada para estacionamento não pago, com uso obrigatório do pisca-alerta ativado, em período de tempo determinado e regulamentado de até 30 minutos) – importante destacar que este tipo de estacionamento se caracteriza pela curta duração, não importando qual é o destino do condutor ou passageiro; infelizmente, é muito comum, em qualquer cidade brasileira, encontrarmos vagas de estacionamento para farmácias, quando, na verdade, nenhum estabelecimento pode ter primazia de utilização das vagas de estacionamento nas vias públicas; se, por acaso, a vaga de estacionamento de curta duração estiver localizada defronte a farmácia, mas o condutor deixar ali seu veículo para se dirigir a outro local, não haverá o cometimento da infração de trânsito;

Denuncias tem chegado a esta reportagem no sentido de pedir providências ao setor de trânsito da Polícia Militar, já que o trânsito francisquense não é municipalizado, para que se fiscalize com mais rigor e puna os infratores que insistem em desrespeitar a sinalização deixando veículos estacionados nas vagas regulamentadas durante todo dia e noite.

Na tarde deste domingo (05), flagramos um veículo de um comerciante estacionado em frente a uma farmácia e em frente à vaga há uma placa de sinalização com os seguintes dizeres: “Estacionamento de curta duração! Uso obrigatório do pisca-alerta ativado! Permitido 15 minutos!”.

A falta de noção por parte de alguns condutores abre uma brecha para que os demais infrinjam a Lei e também faça o mesmo. Outra reclamação é de que alguns comerciantes insistem em estacionar seus veículos em frente aos seus estabelecimentos comerciais durante todo o dia, deixando clientes que queiram adentrar sem condições de estacionar com isso perdendo vendas em seus comércios.