Enivaldo promove “invasão” do plenário por estudantes de Rio Bananal

443

06Diretor da Escola do Legislativo, o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) surpreendeu ao final da sessão desta quarta-feira (2) e promoveu uma invasão de estudantes no plenário da Assembleia Legislativa.

Um dos alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Rio Bananal, Roberto Malaquias Maracaz, teve o privilégio, escolhido por seus colegas, de viver a mesma sensação de um parlamentar, ao sentar-se na Mesa Diretora e discursar da tribuna do Plenário Dirceu Cardoso, onde os deputados reúnem-se nas sessões ordinárias, extraordinárias e solenes.

Os alunos visitavam o Palácio Domingos Martins a convite da deputada Eliana Dadalto e Enivaldo presidia a sessão, quando surpreendeu com o convite aos estudantes para quebrarem o protocolo da Casa.

“É preciso aproximar a Assembleia da população, e nada melhor do que fazer isso através dessa geração que está se formando para que eles tomem gosto pela vida pública e possamos renovar a representatividade”, disse Enivaldo.

O estudante Roberto Malaquias, escolhido na hora para representar o grupo, fez um breve discurso de agradecimento, sucedendo à presença do também professor Sérgio Majeski na tribuna:

“Ficamos muito felizes, porque a Assembleia é muito bonita. Particularmente, gostei muito da biblioteca especial. Quero aproveitar para pedir o apoio para nossa escola. Estamos aprendendo muito sobre o agroturismo e a agricultura, que são importantes para a economia do Brasil”, disse o representante estudantil.

Encerrando a sessão, Enivaldo permitiu aos deputados linharenses Guerino Zanon (PMDB) e Eliana Dadalto homenagear os estudantes e os convidou a fazerem uma foto junto à Mesa Diretora, junto com os deputados que ainda estavam em plenário.

“Quero que vocês levem essa foto e as imagens da TV Assembleia para mostrarem aos seus colegas de escola. E que voltem outras vezes”, disse Enivaldo, que simplesmente reeditou o que fez várias vezes quando foi prefeito em Barra de São Francisco e promovia a aproximação dos poderes com as comunidades estudantis. Na época, ele chegou a promover uma eleição de “Prefeito Mirim” e o eleito passou uma semana despachando com ele no gabinete de Executivo.