Enivaldo faz diligência da CPI da Máfia do Guincho em Guarapari

721

14Mesmo no recesso parlamentar, o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), presidente da CPI da Máfia do Guincho na Assembleia Legislativa, fará uma diligência, acompanhado de assessores, nesta sexta-feira, dia 8, a Guarapari, para verificar eventuais irregularidades na atuação de empresas de guincho e conversar com a população sobre o controvertido estacionamento rotativo implantado na cidade.

“Continuam os guinchos agindo em Guarapari, a prefeitura está patrocinando o maior espanta e explora turista de Guarapari. A prefeitura já quis até cobrar pedágio pra entrar na cidade. Estes guinchos vieram no lugar do pedágio, quer dizer: a bagunça existe aos olhos das demais autoridades. Vamos expulsar estes guinchos do ES”, desabafa o deputado.

Enivaldo dos Anjos na luta implacável contra a Máfia dos Guinchos
Enivaldo dos Anjos na luta implacável contra a Máfia dos Guinchos

Enivaldo dos Anjos agendou uma entrevista coletiva com a imprensa às 12 horas, na TV Guarapari. Em seguida, sairá percorrendo as ruas da cidade para verificar o que está ocorrendo e gerando tantas reclamações da população e de turistas. Depois de ouvir os demais membros da CPI, o deputado Enivaldo dos Anjos tomou três providências.

Em uma delas, solicitou ao presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Sérgio Aboudib, que suspenda as atividades relacionadas ao contrato entre a Prefeitura de Guarapari com a empresa VGN para exploração do estacionamento rotativo, até que a Corte analise a denúncia feita pela CPI em relação à contratação. Enivaldo dos Anjos também oficiou ao comando da Polícia Militar para que informe sobre a presença de agentes da corporação nas apreensões de veículos por guinchos na cidade, e mandou ofício ao prefeito Orly Gomes convocando-o a depor na sessão da CPI da Máfia do Guincho no dia 15 de fevereiro, às 11 horas.

“Há fortes suspeitas de irregularidades na contratação dessa empresa VGN para explorar o estacionamento rotativo na cidade. Como reprimimos fortemente a atuação da máfia do guincho em Vitória, suspeitamos de que eles voltaram sua ação para Guarapari. É isso o que vamos verificar”, disse Enivaldo dos Anjos.

Queda nas apreensões

A CPI da Máfia do Guincho recebeu um relatório da Guarda Municipal de Vitória com informações sobre a apreensão de veículos na capital. Juntamente com esse relatório, recebeu outro, da Secretaria Municipal de Transportes, sobre os números do sistema de estacionamento rotativo.

A análise feita pelo deputado Enivaldo dos Anjos constatou as seguintes informações, que ele julga relevantes: 1) A Guarda Municipal de Vitória realizou 2.484 remoções ao longo do ano de 2015 (até 14 de dezembro, quando foi feito o levantamento). 2) Até o mês de maio de 2015, quando, atendendo apelos da população, a CPI da Máfia do Guincho começou a combater o sistema, haviam sido removidos pelos agentes municipais 2.092 veículos em Vitória.

3) No mês de maio de 2015, foi batido recorde de remoções: 518 veículos. No mês de junho, em meio aos trabalhos da CPI da Máfia do Guincho, esse número caiu para 21 veículos, ou seja, uma queda de 96,3% nas remoções.

4) De junho a dezembro, foram removidos 392 veículos, uma queda de 81,2% em relação aos cinco primeiros meses do ano. 5) De janeiro a maio de 2015, a média de carros removidos foi de 418 veículos.

De junho a dezembro/2015, com a fiscalização exercida pela CPI da Máfia do Guincho, essa média despencou para 56 veículos por mês, queda de 86,6% na apreensão média de veículos. 6) No primeiro semestre, foram 2.113 veículos removidos.

No segundo semestre, foram 371 veículos.

Queda de 82,5%. 7) De acordo com informações da Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana, houve um aumento de arrecadação de 670% com a cobrança de estacionamento rotativo em Vitória, entre novembro de 2014 e novembro de 2015.

8) Em novembro de 2014 foram arrecadados R$ 42.719,85 e em novembro de 2015 foram R$ 330.807,90. 9) No período entre novembro/14 e novembro/15, a empresa que explora os serviços arrecadou R$ 2.843.487,16 com estacionamento rotativo em Vitória. Desse total, foram repassados ao município aproximadamente R$ 948 mil.

10) Em maio/2015, quando se intensificou a fiscalização da CPI da Máfia do Guincho, a empresa arrecadou R$ 244.065,25. Em novembro/2015, foram arrecadados R$ 330.807,90. Um aumento de arrecadação de 35,5%.

Vejam como os policiais não estão dando folga aos turistas e moradores de Guarapari.

15 16