Enivaldo dos Anjos vira “ídolo” de servidores de legislativos de todo o Brasil

736
Deputado Enivaldo dos Anjos durante palestra em Aracaju
Deputado Enivaldo dos Anjos durante palestra em Aracajú

A coragem do deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) para fazer diferença como membro da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Espírito Santo continua repercutindo em todo o Brasil, principalmente entre serviços dos Poderes Legislativos estaduais.

Ele é o nome mais comentado quando se fala de relacionamento institucional com entidades representantes dos funcionários.

Na manhã desta quinta-feira (16 de junho), Enivaldo dos Anjos recebeu da Federação Nacional dos Servidores dos Poderes Legislativos Federal, Estaduais e do Distrito Federal (Fenale) uma carta, assinada pelo presidente João Moreira e pelo secretário-geral José Eduardo Rangel, contendo uma Moção de Congratulações.

A moção foi aprovada na Reunião Ordinária do Conselho de Representantes, durante o XXXVI Encontro Nacional da categoria, realizada em Aracaju (SE), devido à participação do deputado como palestrante na abertura do evento, quando monopolizou as atenções ao falar como conseguiu conciliar conflitos e aproximar a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e o Sindicato dos Servidores no Espírito Santo.

“Justifica-se a iniciativa em razão do que vossa excelência trouxe ao conhecimento dos participantes do encontro, delegados e dirigentes, além do vasto conhecimento das relações humanas, a sensibilidade no trato com as representações dos servidores, considerados como inspiradores de iniciativas semelhantes nas demais assembleias legislativas do Brasil”, diz o ofício da entidade nacional.

Enivaldo participou do Encontro da Fenale mediante o compromisso da Federação de pagar todas as suas despesas, para que não provocasse nenhum gasto para a Assembleia Legislativa do Espírito Santo. Ao discursar na abertura do encontro, o deputado Enivaldo dos Anjos contou sua experiência de mobilização dos servidores em torno do Sindilegis para equacionar uma pendência histórica do precatório da conversão de moedas no Plano Real, e ainda criou o Fórum de Servidores, que se reúne quinzenalmente com o 1º Secretário da Mesa Diretora, que é quem cuida da parte de recursos humanos no Legislativo.

“Não entendo como a Mesa Diretora e os servidores possam viver tão distantes. É preciso, mais do que encurtar essa distância, mas sim eliminá-la, colocando juntos a Mesa Diretora e os servidores das Assembleias”, ensinou o deputado, para surpresa dos congressistas, que não imaginavam existir isso em algum lugar do Brasil, segundo comentaram com o parlamentar.

02