Enivaldo dos Anjos: “Solução para o pó preto de Vitória é a prisão dos diretores da Vale”

480
Deputado estadual Enivaldo dos Anjos
Deputado estadual Enivaldo dos Anjos

“Se Vale do Rio Doce fosse uma empresa séria, ela não faria o que faz há mais de 40 anos no Estado do Espirito Santo”, disse o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), durante encontro de lideranças políticas no balneário de Guriri, em São Mateus, no sábado (23/01). De acordo com o deputado, o pó preto da Vale aflige a população de Vitória 24 horas por dia.

“Além de jogar pó preto na cara das pessoas, a Vale é uma grande sonegadora de impostos do Estado e tem tarifa diferenciada de água e energia, pagando muito menos do que qualquer outra empresa ou cidadão”, denunciou o deputado, que preside a CPI da Sonegação de Tributos na Assembleia Legislativa.

O parlamentar lamentou que tenha sido necessária a intervenção da Polícia Federal para impor o fim do pó preto jogado nas casas da população capixaba: “Quantas mortes são causadas por problemas de saúde decorrentes desse pó de minério? E isso não aflige somente a classe média. As pessoas que trabalham nas casas mais afetadas são atingidas seriamente, porque têm que limpar o tempo inteiro aquela sujeira. E quando fazem a limpeza o minério contamina a pele, as vias respiratórias”.

Para o deputado Enivaldo dos Anjos, “a Vale tem que ser responsabilizada por essa tragédia ambiental. O seu peso econômico não compensa o dano que provoca às pessoas”. E salientou: “A Vale não tem credibilidade pública, porque isso ela perdeu há muito tempo.

Sonega impostos e nunca pagou as multas que levou por emporcalhar a vida da população da Grande Vitória”. Enivaldo lembrou que a Vale “é sócia da Samarco nas agressões ao meio ambiente e no maior crime ambiental da história da humanidade, cometido contra o rio Doce”. E sentenciou: “Eu lamento a liminar que revogou a decisão do juiz, embora ache que lacrar os portos não era a solução, mas sim a prisão dos dirigentes da Vale.

Os equipamentos não andam sozinhos, tem quem manda e quem manda são os diretores. Se prendessem os diretores da Vale, logo eles dariam um jeito nessa situação”. Pré-candidato a prefeito de Vitória, Enivaldo disse que, se for eleito, vai desapropriar uma área dentro do polo industrial da Vale, em Tubarão, e instalar a Secretaria Municipal de Meio Ambiente lá dentro.

“Vamos monitorar 24 horas os índices de poluição e informar por meio de um painel eletrônico. Todas as vezes em que a poluição ultrapassar os níveis tolerados, vamos disparar sirenes de alerta à população”. E finalizou: “A solução para o pó preto em Vitória é a prisão dos diretores da Vale”.