Enivaldo dos Anjos marca reunião em São Gabriel para tentar reabrir Hospital Santa Rita

1009

Um dia de muita movimentação de funcionários do Hospital Santa Rita, que fechou na semana passada por causa da suspensão de repasses de recursos federais, e representantes do município de São Gabriel da Palha, terminou com uma reunião no auditório Augusto Ruschi e a convocação, pelo deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), de uma reunião na próxima quinta-feira (25) na cidade para debater com a municipalidade os caminhos para reabrir o estabelecimento.

“Mas vamos fazer uma reunião sem política e, sim, buscando os interesses da coletividade. Não adianta ficar dizendo que a culpa é desse ou daquele grupo. Eu sei que o secretário municipal de Saúde tem uma posição pessoal contra o hospital, contrariando até mesmo a posição da prefeita do município. Mas isso nesse momento é o menos importante. Temos que encontrar o caminho para reabrir o hospital”, disse Enivaldo.

Funcionários

A técnica de enfermagem Fernanda Chagas, funcionária do hospital, reivindicou a reabertura do hospital. “O Hospital Santa Rita atende todas as exigências, principalmente sanitária. O que nós pedimos à nossa respeitável prefeita é o diálogo. O atual secretário, anteriormente, denunciou o hospital em mais de vinte órgãos diferentes”, relatou.

Já o técnico de enfermagem José Luiz Jordão observou o aspecto político da crise. “O processo tem um tempo para ser definido. Só o que está sendo visto é que famílias estão perdendo seus chefes. Sou também motorista de ambulância de Vila Valério e vi a importância do hospital. A saúde de São Gabriel está afundada por conta de briga política”.

O empresário Fabio Casotti teve a mesma interpretação e sugeriu à deputada Raquel Lessa que procure a atual prefeita, o secretário e demais autoridades para uma reunião para que “todos falem uma mesma língua com relação à questão do hospital”.

O deputado Enivaldo dos Anjos, que dirigiu o encontro, lembrou que o município de São Gabriel da Palha é um importante arrecadador de impostos, tanto na agricultura como na indústria.

“É uma vergonha o Estado não destinar recursos para os dois hospitais de São Gabriel da Palha (o outro é o Hospital Dr. Fernando Serra) que estão funcionando e precisam de dinheiro. O Estado não pode se omitir”, opinou.

O hospital foi fechado em 11 de maio último. O Ministério Público Federal denunciou a direção do hospital por supostas irregularidades contra o Sistema Único de Saúde (SUS). Uma semana antes, em 5 de maio, o MPE-ES recusou a assinatura de um Termo de Ajuste Sanitário (TAS) com o Hospital Santa Rita. Reaberto em agosto de 2016, depois de seis anos fechado, o hospital tem 70 leitos e unidade psiquiátrica, atende emergências, faz internações, cirurgias de alta complexidade oferece o serviço de maternidade.

O Santa Rita tem estrutura para atender a população do município e da região e com o seu fechamento os partos têm de ser realizados em Colatina.