Enivaldo dos Anjos: “A CPI é um ato da Assembleia e não pode aceitar interferência de quem quer que seja”

666
Deputado Enivaldo dos Anjos presidindo a sessão da AL nesta terça feira (10)
Deputado Enivaldo dos Anjos presidindo a sessão da AL nesta terça feira (10)

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), vem defendendo a CPI do Pó com muita determinação e, inclusive, fazendo discursos firmes na qual tem chamado a atenção da imprensa no Estado. “A CPI é um ato da Assembleia e não pode aceitar interferência de quem quer que seja o poder tem de ser independente. Eu não sei por que o Estado é tão paciente com uma empresa que não é exemplo, que usa de artifícios, premiação de salários para manter seus servidores adormecidos”, disse ele.

“Com a poluição que eles experimentam, eles têm a vida diminuída. Quem é omisso é pior do que quem tem condição de falar e não fala por receio. O Ministério Público do Estado tem de mostrar que é o fiscal das leis, movendo ação e pedindo a prisão”, defendeu.

Enivaldo dos Anjos, que por duas vezes presidiu a sessão da Assembleia Legislativa nesta terça feira, 10/02/2015, pediu ainda a prisão dos diretores das empresas. No horário das lideranças Enivaldo retornou à tribuna e endureceu o discurso em relação às poluidoras, sobretudo com relação à Vale.

Ele destacou a gravidade de a planta industrial estar instalada na Grande Vitória e afirmou que a geração de empregos não justifica os malefícios à saúde da população. Ele voltou a defender a responsabilização dos diretores da empresa a respeito dos problemas de saúde e ambientais gerados na produção do minério de ferro.

DSC00493 DSC00504 DSC00506 DSC00512 DSC00513