Enivaldo desafia Colnago: ‘Pode vir que não sou filho de pai assustado’

595
Enivaldo dos Anjos
Enivaldo dos Anjos

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) usou a tribuna da Assembleia na tarde desta segunda-feira (17) para chamar o vice-governador Cesar Colnago (PSDB) para o embate político. “Pode vir que não sou filho de pai assustado”, disse o deputado. As duas lideranças podem se encontrar na disputa municipal à prefeitura de Vitória, em 2016.

Enivaldo afirmou que o tucano estaria por trás de uma campanha para desidratar seu capital político, uma série de acusações sobre o desempenho parlamentar do deputado teria sido feita por meio de notas em jornais.

Para Enivaldo, está claro que os ataques estariam vindo do ninho tucano e responsabilizou o vice-governador César Colnago pela articulação pela manobra. Isso porque Enivaldo dos Anjos se apresenta para a sucessão em Vitória em 2016 e o vice-governador também estaria se articulando para o processo eleitoral.

O deputado afirmou ainda que o vice-governador estaria usando o cargo para conseguir aumentar sua visibilidade política e que não aceitaria a movimentação política, que para ele tem o intuito de tirá-lo do jogo político na Capital. Ele afirmou que não vai desistir do jogo político por causa das provocações e vai buscar formas de responsabilizar o PSDB por críticas e calúnias ao seu nome e desempenho na Assembleia

Enivaldo levantou ainda suspeitas de que “pessoas do PSDB estariam ligadas à máfia dos guinchos”. O deputado preside uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o sistema de estacionamento e serviços de guincho que presta serviço ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES). Isso, para ele, também estaria pesando na estratégia tucana para desidratá-lo politicamente.

Fonte: seculodiario