Duzentas cruzes em protesto contra acidentes de trânsito em Colatina

615

 

13Duzentas cruzes para simbolizar as vítimas dos acidentes de trânsito na BR-259 foram fincadas nas imediações da ‘Curva do Cassani’ em Colatina na manhã desta quinta-feira, 16 em protesto contra o descaso com a rodovia federal. O objetivo manifestação realizada pelo Sindicado dos Policiais Rodoviários Federais do Espírito Santo (Sinper-ES) foi chamar a atenção para os graves acidentes naquele trecho da estrada que corta o Espírito Santo de João Neiva a Baixo Guandu.

“Em 30 dias ocorreram quatro tombamentos de carretas. Por sorte ninguém morreu, mas a pista ficou interditada”, lembrou o presidente do Sinper-es Itler José de Oliveira, 50 anos. A ação contou com panfletagem educativa. O frei Pedro, da comunidade de Baunilha fez uma oração em honra aos mortos nos acidentes da BR-259.Duzentas cruzes para simbolizar as vítimas dos acidentes de trânsito na BR-259 foram fincadas nas imediações da ‘Curva do Cassani’ em Colatina na manhã desta quinta-feira, 16 em protesto contra o descaso com a rodovia federal.

O objetivo manifestação realizada pelo Sindicado dos Policiais Rodoviários Federais do Espírito Santo (Sinper-ES) foi chamar a atenção para os graves acidentes naquele trecho da estrada que corta o Espírito Santo de João Neiva a Baixo Guandu. “Em 30 dias ocorreram quatro tombamentos de carretas. Por sorte ninguém morreu, mas a pista ficou interditada”, lembrou o presidente do Sinper-es Itler José de Oliveira, 50 anos.

A ação contou com panfletagem educativa. O frei Pedro, da comunidade de Baunilha fez uma oração em honra aos mortos nos acidentes da BR-259.Duzentas cruzes para simbolizar as vítimas dos acidentes de trânsito na BR-259 foram fincadas nas imediações da ‘Curva do Cassani’ em Colatina na manhã desta quinta-feira, 16 em protesto contra o descaso com a rodovia federal.

O objetivo manifestação realizada pelo Sindicado dos Policiais Rodoviários Federais do Espírito Santo (Sinper-ES) foi chamar a atenção para os graves acidentes naquele trecho da estrada que corta o Espírito Santo de João Neiva a Baixo Guandu. “Em 30 dias ocorreram quatro tombamentos de carretas. Por sorte ninguém morreu, mas a pista ficou interditada”, lembrou o presidente do Sinper-es Itler José de Oliveira, 50 anos.

A ação contou com panfletagem educativa. O frei Pedro, da comunidade de Baunilha fez uma oração em honra aos mortos nos acidentes da BR-259. O Dnit divulga que não há previsão de novas compras de radares pelo governo federal.

Fonte: Nilo Tardin

10 11 12