Denúncias estão pipocando para todos os lados em Barra de São Francisco

713

predio prefeituraDenúncias contra o prefeito de Barra de São Francisco estão pipocando por todos os lados, parece até uma pipoqueira pocando pipocas de tantas que são. Escolas municipais estão abandonadas pelos quatro cantos do município conforme denúncia de dos vereadores Carlin da Dengue e Zé Valdeci. Um grupo de vereadores aliados do prefeito estão conivente com a situação, pois se abrirem o bico podem ir parar no banco dos “réus”.

Os únicos vereadores que estão defendendo a população de Barra de São Francisco tem sido: Carlin da Dengue, Zé Valdeci, Juvenal Calixto, Valézio Amarni e Lula Cozer. O resto é “pau” mandado do prefeito, pois se quer tem a coragem de levantar a voz para defender a população e denunciar os desmandos nesta administração.

O atual prefeito, considerado o pior de todos os tempos tem agido como um “ditador”, não respeita as pessoas e muito menos os trabalhadores e a prova são de que ele não paga as firmas prestadoras de serviços ao município nem a troco de reza brava.

O vereador Valézio Armani denunciou que funcionários das empresas estão a quatro meses sem receber seus vencimentos, passando por momentos difíceis, alguns até com os créditos cortados no comercio local. Muitos ex-funcionários estão sem receber seus direitos trabalhistas e até salários, sem contar que vários tiveram que entrar na justiça para tentar receber do “ditador”. Tem auxiliar de serviços sem receber a três meses conforme denúncia do vereador Zé Valdeci,

O pavilhão da humilhação virou o caos, nunca se acha nada e quem manda e desmanda naquele setor é o ex-vereador Paulo Roberto Vali, o Pisiu, que a cerca de dois anos vem afrontando as autoridades, mesmo sabendo que ele não pode trabalhar em serviço público porque teve seus direitos políticos cassado, sem contar que ele é tio do prefeito. Conforme disse o vereador Zé Valdeci, “a saúde pública em Barra de São Francisco virou balcão de negócio”.

Edinho Bigodão é outro que também teve seus direitos políticos cassado, é mandão no local, inclusive, enganou um fecho de eleitores dizendo que era candidato a deputado estadual nas últimas eleições, mas a verdade veio em seguida onde os votos obtidos por ele foram todos anulados pela justiça eleitoral e deixou seus eleitores com cara de tacho.

Edinho ainda foi condenado recentemente a seis anos de cadeia em sentença proferida pelo juiz do fórum de Barra de São Francisco, ele deve ter recorrido e se não reverter a situação, poderá dormir na cadeia.

Vereadores que estão ao lado do povo e trabalham com responsabilidade
Vereadores que estão ao lado do povo e trabalham com responsabilidade

Uma CPI do Lixão em Barra de São Francisco foi aberta para saber quem é o verdadeiro mentiroso. As empresas dizem que não recebem e a prefeitura diz que paga, mas ninguém mostra a realidade desta bagunça e enquanto isso quem sofre são os humildes trabalhadores.

Alguns vereadores da oposição denunciam obras superfaturadas, sendo no Córrego do Itá e em Itaúnas, além de algumas paralisadas na sede e interior do município.

Um tal de Moises que segundo consta não é funcionário da prefeitura, mas comanda a garagem da prefeitura, ele é tido como o homem forte e braço direito do prefeito. A pergunta é, como pode uma pessoa não ser servidor, mandar e desmandar num setor da prefeitura?

Vereadores pedem informações na prefeitura, mas o prefeito não responde nenhuma, ai eles procuram a justiça e la a coisa também não anda. Por quais motivos o prefeito não presta informações?

Tem uma empresa de máquinas que presta serviços para a prefeitura que não perde quase nenhuma licitação nesta administração, inclusive, quem as comanda no seu dia a dia é o tal Moises. Os vereadores Paulinho do Hospital e Zé Valdeci já pediram o fim do contrato com as máquinas alugadas, mas o prefeito não quer nem saber deste pedido dos dois vereadores, mesmo sabendo que a prefeitura dispões de várias máquinas para prestação de serviços a população.

A sede e os distritos de Barra de São Francisco estão “emporcalhados” de lixo, e isto vem se arrastando a cerca de dois anos. Muitas pessoas ainda acreditam que a polícia federal ainda vai chegar em Barra de São Francisco e fazer uma arruaça, mas isto é apenas imaginação, ou, quem sabe chega de verdade e acabe com esses desmandos.

Existem ainda denúncias por parte do vereador Calin da Dengue de suposto funcionários fantasma na prefeitura municipal e por causa desta denúncia ele sofreu um atentado e quase foi morto por um funcionário. Fica aquela indagação, se não é fantasma, então para que ameaçar de morte a pessoa, que, inclusive, é autoridade no município.

Mesmo que fosse fantasma não deveria tomar tal atitude, pois a violência não deve ser praticada, mas a justiça já está tomando todas as providencias necessária sobre o caso.

O Ministério Público vai apurar a possível farra das diárias e viagens de todos os vereadores da câmara municipal de Barra de São Francisco, bem como a do prefeito. O radialista Admilson Brum foi o responsável pela denúncia junto ao MP contra os vereadores sobre diárias, mas o radialista não esperava que o vereador Carlin da Dengue fosse fazer a mesma coisa contra o prefeito, que também vai ser investigado sobre gastos com diárias e passagens. O fogo cruzado atinge em cheio os dois poderes em Barra de São Francisco.

A coisa anda tão desastrosa na prefeitura, que até carrapatos invadiram um posto de saúde do bairro Colina, e em uma escola em Itaúnas, sendo que a denúncia foi feita pelos vereadores Valézio Armani e Carlin da dengue, atendendo os médicos e funcionários do referido posto e escola. Tem até um vídeo rolando na internet feita pelo vereador. Valézio mostrando os carrapatos.

Leia na integra nota do radialista Nilo Abreu em seu facebook:

Tem hora que eu penso que a maioria dos eleitores de Barra de São Francisco transferiu seu título para Brasília. Fica o dia todo postando coisas do governo federal, e esquece do seu próprio município e Estado. O governo PH tirou viaturas das ruas, tirou professores da sala de aula, parou as obras que o Casagrande começou.

Tem sala de aulas com 70 alunos. Ninguém fala nada. Em nossa cidade (Barra de São Francisco), gari e professores fez greve. Tem funcionários que presta serviços para a prefeitura com quatro meses de salários atrasados. Lixo não se fala, de tanto que tem espalhado pelas ruas. O antigo estádio municipal virou deposito de cobras e insetos.

Rua Alacy Costa, uma das principais da cidade está interditada a mais de 30 dias. Nos postos de saúde, nem remédio básico tem, exames não estão liberando, escolas precárias e abandonadas. Dever ser culpa da Dilma.