Delegado de Barra de São Francisco prende em flagrante o homem que causou morte de médica

3833
Delegado plantonista
Delegado plantonista

O delegado plantonista em Barra de São Francisco, Fabiano Rosa, autuou em flagrante delito e decidiu pela prisão de Anderson Luiz Alves, 26 anos, residente na cidade de Mantena, pela prática de homicídio consumado e tentado, uma vez que o mesmo havia ingerido bebida alcoólica, e, após assumiu a direção de veículo automotor, saindo de Mantena no sentido a São Gabriel da Palha, onde ocorreu a colisão entre o veículo que conduzia e o veículo que estava a médica drª Lívia, que ficou presa nas ferragens devido o impacto entre os veículos.

Anderson se recusou a fazer o teste de bafômetro, porém os militares comprovaram a embriaguez no teste de alcoolemia. No depoimento de Anderson, ele confessou que havia ingerido bebida alcoólica e que no momento do acidente estava a 100 quilômetros por hora e ao passar em uma lombada, perdeu o controle de direção e colidiu de frente com o veículo onde estava a médica de 31 anos, não tendo tempo de frear e evitar a colisão.

No momento que ocorreu a colisão, o veículo Siena onde estava a médica era conduzido por Clério Nunes de Andrade, que foi socorrido até o Pronto Socorro de Barra de São Francisco, onde ficou sob cuidados médico e em seguida foi transferido para Colatina.

O carona Gabriel (Filho do empresário Gilmar veículo), foi ouvido e liberado, responderá pelo artigo 310 do Código de Trânsito Brasileiro(CTB) por entregar direção de veículo automotor a pessoa embriagada. Anderson após ser ouvido, foi conduzido na manhã desta segunda-feira(13/04/2015) para o CDP de São Domingos do Norte.

Os dois, Anderson e Gabriel só sobreviveram devido o funcionamento do “air bag” do veículo, pois os dois veículos colidiram de frente e o impacto foi muito forte.

Médica que morreu no acidente
Médica que morreu no acidente