Defesa Civil e Secretaria de Transporte trabalharam neste domingo no Córrego do Itá/Barra de São Francisco

829

Funcionários e maquinários da Secretaria de Transporte, da prefeitura de Barra de São Francisco, sob o comando de Rodrigo Falcão, juntamente com uma equipe da Defesa Civil, sob o comando de Arimateia, o popular Albuino, voltaram a localidade do Córrego do Itá e adjacências para desobstruir os pontos de estradas que ficaram interrompido devido as fortes chuvas que caiu naquela região nas noites de sexta para sábado, e sábado para domingo, 20 e 21.  Esse trabalho é essencial na região.

Além das fortes chuvas, cerca de três barragens usadas como criadouro de peixes, se romperam causando alagamentos em casas, além de que de arvores na localidade. Houve ainda queda de barreiras na região.

O prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) determinou que A Defesa Civil e a Secretaria de Obras dessem assistência e acompanhasse o caso de perto.

A Defesa Civil está trabalhando junto com a Secretaria de Obras e Transportes, neste domingo (21), na retiradas de árvores que teve queda na noite deste sábado para domingo, liberando a passagem para pessoas veículos que transitam diariamente na localidade, bem como no Córrego Santa Angélica.

De acordo com a Defesa Civil, neste domingo 21/02/2021, a equipe voltou ao Córrego Itá na propriedade de Otto Saar, para levantamentos de estragos causados pelas chuvas e a queda dos poços de peixes.

Em uma residência teve queda da parede do quarto, devido a força da água que corria pelo barranco trazendo assim a queda. Ninguém ficou ferido, inclusive a estrada que dá acesso à cidade ficou totalmente destruída e intransitável. Os maquinários da prefeitura trabalhou o dia todo neste domingo (21), para liberar a passagem nas estradas.

 A Defesa Civil orientou a família que se abrigasse em local mais seguro, e juntamente com a Secretaria de Transporte tiraram a barreira aos arredores da casa que teve parte da parede caída.

O barro acumulado foi retirado, inclusive das  estradas para que os moradores pudessem ter acesso com facilidade para suas casas e até mesmo para a cidade. A chuva teve duração de 2 horas aproximadamente atingindo a marca de cerca de 100mm.