CPI dos Guinchos convoca novo diretor do Detran e anular prorrogação de pátios

596

36O diretor geral do Detran, Roger Tristão Pádua Frizzera, será convocado a depor na CPI dos Guinchos na próxima segunda-feira (26). Os parlamentares consideraram “uma afronta aos trabalhos da CPI” a edição da Instrução de Serviço 177, na última sexta-feira (16), e publicada na página 13 do Diário Oficial do Espírito Santo nesta segunda (19/10/2015), prorrogando por mais 12 meses os contratos de concessão para serviços de guincho e pátio de estacionamento, e vão apresentar um Projeto de Decreto Legislativo para cancelar a instrução do Detran.

“Esse atual diretor já entrou mantendo a situação atual dos pátios. Se não mandar prender esse pessoal, não vão parar de fazer. Esse diretor já entra aceitando lobby dos pátios. Isso é uma molecagem. Vou pedir à Procuradoria que analise a possibilidade de pedir a prisão dele depois do depoimento”, disse o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), presidente da CPI, acrescentando: “A instrução vem provar claramente que o diretor novo do Detran está propenso a manter esse esquema de corrupção”.

Além do diretor, a Comissão vai convocar todos os membros da Comissão Permanente de Licitação na gestão do diretor Carlos Lopes para uma acareação, uma vez que o depoimento prestado nesta segunda-feira (19) pelo presidente daquela comissão, Tiago Silveira Rocha, foi repleto de pontos contraditórios, que surpreenderam os deputados.

“Eu nunca vi isso na minha vida, uma pessoa ser admitida em cargo comissionado para presidir uma Comissão de Licitação, que qualquer gestor público bem intencionado sabe que deve ser composta por servidores efetivos”, disse o presidente da CPI, Enivaldo dos Anjos, que no final aconselhou Tiago a contratar advogado e preparar sua defesa: “Se você não fez isso intencionalmente, foi usado por alguém para levar vantagem nessa transação do pátio da Serra”.

Dentre os que serão ouvidos estará Walace Gomes, cujas intervenções, registradas nas atas do processo de contratação do pátio da Serra, intrigaram o deputado Marcelo Santos (PMDB), vice-presidente da CPI.

Enivaldo dos Anjos disse que irá, pessoalmente, ao Ministério Público com uma cópia do depoimento de Tiago pedir a abertura de inquérito para investigar o comportamento da Comissão de Licitação na contratação milionária da área do pátio da Serra, por um valor global de mais de R$ 10 milhões, pelo prazo de cinco anos. “Curioso é que de fazer leilão dos mais de 50 mil carros amontoados nos pátios ninguém fala”, acentuou o deputado Marcelo Santos.

A CPI ainda ouviu Luciene Maria Becacice Esteves Vianna, ex-diretora do Detran de março de 2007 a março de 2009 – que ouviu de Enivaldo dos Anjos a informação de que ao final dos trabalhos será pedida a abertura de processo por atos de improbidade administrativa contra todos os diretores do órgão, que não realizaram leilões obrigatórios pelo Código de Trânsito Brasileiro – e José Antônio Colodetti, que era diretor administrativo-financeiro na gestão de Carlos Lopes.

33 34 35