Cavalo é flagrado dentro do CAPS em Barra de São Francisco

763

IMG-20160404-WA0014Uma falta de respeito com o dinheiro do povo revolta moradores do bairro Alvorada e Vaquejada em Barra de São Francisco. Na manhã desta segunda feira, 04/04/2016, um cavalo foi flagrado numa boa dentro do CPS. No ano passado o prédio do CAPS (Centro Apoio Psíquico Social), foi depredado por vândalos na noite de 13 para 14/03/2015 e 13/04/2015, tendo vários moveis e equipamentos destruídos, bem como a parte física do imóvel parcialmente destruídos.

Alguns móveis furtados foram recuperados pela polícia. O ex-vereador Sargento Quenidio (PSDB), entrou com uma representação no Ministério Público, pedindo a apuração de responsabilidades, sobre a depredação do CAPS no final do ano passado, anexou, inclusive na representação, dois Boletins de Ocorrência Policial nº 24111777 e 24421485, lavrados pela Policia Militar nos dias, 14/03 e 13/04/2015 respectivamente.

Na representação Sargento Quenidio pede apuração de responsabilidades em face dos Gestores (Prefeito e Secretários) que tinham a obrigação de zelar e manter a integridade física do imóvel e não fez, não colocando sentinelas no local, facilitou a invasão de criminosos.

O CAPS foi uma obra que foi construído com recursos Estadual e Municipal, através de parceria, onde o Estado liberou recursos para construção e equipamentos, no valor de R$ 1.399,000,00 (hum milhão trezentos e noventa e nove reais), o município entrou com o terreno (imóvel), depois de pronto o Gestor Municipal administraria, ou seja, contratava (Profissionais de Saúde) para concretização do Projeto

O CAPS iria atender pacientes com dependência química e seus familiares e pessoas com distúrbios psicológicos. O CAPS foi construído, inaugurado, no final da gestão de Waldeles Cavalcante, mas não serviu um segundo sequer para a comunidade. Barra de São Francisco continua sem esse serviço.

“O Centro de Atenção Psicossocial de Barra de São Francisco (CAPS), também conhecido como centro de recuperação de drogados, foi construído pelo Governo do Estado para ser administrado pelo município. Portanto, o único responsável pelo funcionamento do órgão é a Prefeitura”.

A informação é do gerente de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Secretaria de Estado da Saúde, Francisco José Dias da Silva.

Hoje tem cerca de 10 a 12 CAPS construídos pelo Estado para os municípios e apenas um ou dois deles não funciona. É o caso do CAPS de Barra de São Francisco

Existe, inclusive uma denúncia no Ministério Público de Barra de São Francisco que apura responsabilidade sobre o abandono do CAPS.

IMG-20160404-WA0010IMG-20160404-WA0011