Carros apreendidos viram sucata na rua da Delegacia de Polícia em Colatina

1181

A situação é perturbadora, alerta o advogado Carlos Cezar dos Santos sobre a fila de carros apreendidos pela polícia que ocupa boa parte da rua em frente à 15ª Delegacia Regional de Colatina, noroeste capixaba.

Os veículos são fruto de roubos, furtos, usados em crimes com tráfico de drogas ou adulterados. Devido a falta de espaço, alguns estão lá enguiçados há cerca de cinco anos, conforme estima policiais destacados na unidade.

“Além de ocupar vagas de estacionamento, os carros estão no tempo virando sucata. Alguns estão abertos. Acumulam água prato cheio para criação do mosquito da dengue. Estão tão colados um no outro que impede as pessoas de chegar a calçada. Passou da hora de removê-lo. Enfeia a cidade e um sério risco a população. É uma vergonha”, denuncia o advogado Cezar (foto)

Na Rua Benjamim Costa, além das delegacias funciona o Serviço Colatinense de Saneamento Ambiental (Sanear), dois colégios: Manhães de Andrade e Apae e uma auto escola. São 24 veículos confiscados na conta da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sespes) fora as motocicletas entulhadas no pátio da delegacia.

Já o ambulante José Maria Nery Sacramento, 65 anos vê nos carros enfileirados um perigo para passantes, usuários e estudantes. “Parece que ninguém vê isso. Não se consegue nem parar perto da delegacia, tem que andar até o outro lado da rua para estacionar”, reclamou.

Sem lugar apropriado para estocar os veículos confiscados, o delegado-chefe da 15ª Regional Édson Félix afirma que a situação dos automóveis e moto retidos durante operações policiais já foi levado ‘várias vezes a Chefatura e a Justiça’. “Estamos empenhados em firmar um convênio com a prefeitura. O prefeito aguarda a liberação dos galpões do IBC pelo governo Federal para ceder uma área visando retirar os veículos”, disse o delegado.

Já o delegado regional Landulpho Lintz destaca que os veículos estão ali por que depois que os pátios oficiais foram desativados e a Polícia Civil busca conseguir outros espaços.

Outro Lado

A assessoria da Polícia Civil (PCES) confirma a possibilidade de uma parceria com a prefeitura de Colatina para a remoção dos veículos para outro espaço. E, também, está se empenhando para conseguir outro lugar adequado visando armazenar os veículos apreendidos.

Todos já foram informados à Justiça, visando à destinação final e os veículos que possuem restrição ficam à disposição dos proprietários e seguradoras, que também já foram informados sobre a recuperação e disponibilidade do bem, mas ainda não os requereram.

Fonte: Laili Campostrini Tardin