Candidato a prefeito de Barra de São Francisco responderá a 7 representação eleitoral

2808
Edmilson Rosindo Filho é o juiz eleitoral
Edmilson Rosindo Filho é o juiz eleitoral

Mais uma representação eleitoral foi protocolada na justiça eleitoral de Barra de São Francisco, nesta segunda feira, 26/09/2016, desta vez contra Edson Henrique Pereira, o Edinho Bigodão, seu filho Luciano Pereira, o Pereirinha (DEM), e o candidato a vice, Matheus Ferreira (PMDB).

Conforme denúncia, com o objetivo de tumultuar o processo eleitoral e ainda angariar votos de forma ilícita para o seu filho, que é candidato à reeleição, Edinho Pereira possivelmente adquiriu um horário comprado na emissora ITAÚNAS FM, em Barra de São Francisco, e está utilizando-se do referido horário para desrespeitar a legislação eleitoral em vigor.

A denúncia se faz com provas, onde um CD seguiu jnto a representação, onde Bigodão tem usado a emissora para fazer ataques aos adversários de seu filho, bem como fazer propaganda política de seu filho, fazendo convites, pedindo votos, enfim, demonstrando total desrespeito ao que preceitua a legislação eleitoral, numa molecagem sem fim, como é de praxe nesse indivíduo já conhecido no Município e fora dele pelas suas molecagens, falta de caráter e desrespeito às leis.

Além da RÁDIO ITAÚNAS, Edinho usa também a JOVEM BARRA FM, a qual concede entrevistas constantes, falando sobre o período eleitoral, sempre buscando angariar votos para seu filho, induzindo os eleitores a votarem nos Representados.

Claro está o emprego de processo de propaganda vedada, capitação ilícita de sufrágio e abuso de poder, condutas que devem ser rechaçadas, para que o processo eleitoral transcorra de forma a não prejudicar o candidato contrário, que vem agindo dentro da lei, respeitando o que determina a legislação eleitoral.

A representação pede que Sejam cassados os registros dos dois representados candidatos à reeleição no município de Barra de São Francisco/ES, os quais foram beneficiados diretamente pelo desvio e abuso do poder político e de autoridade.

Com mais esta representação, o candidato a prefeito e vice, Luciano e Matheus, pode ter o registro de candidatura cassado pela justiça eleitoral de Barra de São Francisco. O referido candidato já responde a sete denúncias por prática de possível abuso de poder econômico e desobediência eleitoral.

Além dessas denúncias, o Ministério Público, através do promotor Luiz Carlos de Vargas, pede a impugnação da candidatura dos dois, inclusive quem vai decidir o futuro deles será o TER (Tribunal Regional Eleitoral).

As denúncias contra Luciano e Matheus na justiça eleitoral em Barra de São Francisco são, possível doação de gasolina, uso de camisas com propaganda do 25, maquinários trabalhando em serviço particular, uso indevido em duas emissoras de rádios para fazer propaganda eleitoral fora do horário permitido pela justiça eleitoral, uso de propaganda eleitoral com exposição do bem publico com interesse eleitoral no dia 07/09/2016, além desta de estar usando adesivo em ônibus do transporte escolar.