Caminhões só podem transitar na Carlos Valli das 10 às 15 horas

580

Prefeito vai determinar também a proteção da ponte sobre o rio São Francisco com guarda-corpos para proteger os pedestres e ciclistas

Para evitar acidentes durante o período em que a via é mais utilizada pela população para caminhadas, a Secretaria de Defesa Social e da Guarda Municipal de Barra de São Francisco proibiu o tráfego de caminhões pela nova avenida Carlos Valli, que interliga os bairros Irmãos Irmãos Fernandes e Vila Landinha, na saída para Colatina. Esses veículos somente podem utilizar a via no período das 10 às 15 horas, em todos os dias da semana.

As placas de limitação de horário de tráfego foram afixadas na manhã desta sexta-feira (12). “Tomamos esta medida porque, de manhã e no final da tarde, há um grande número de pessoas que se utilizam desse local para caminhadas e passeios de bicicletas. Quanto mais prevenção, melhor”, disse o secretário Valmer Simões, da Defesa Social.

A avenida Carlos Valli foi construída na gestão do prefeito Alencar Marim, em 2018, com recursos conseguidos junto ao Governo do Estado pelo então deputado Enivaldo dos Anjos. Ela tem mais de 1,1km de extensão e foi construída num conceito de privilegiar mais os pedestres do que os veículos, contendo ciclovia e pista de caminhada.

Ao todo são mais de 15,5 mil m² de pavimentos, sendo 11,2 mil m² no leito da avenida, 1,7 mil m² de passeios e 2.481 m² de ciclovia e mais de 1,1 quilômetro de extensão. A obras custou quase R$ 2,3 milhões.

PONTE

O prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) determinou à Secretaria de Obras e Urbanismo que providencie, “urgente”, a construção de guarda-corpos nas laterais da ponte sobre o rio São Francisco, na região do bairro Irmãos Fernandes. “Pedestres e ciclistas que passam por ali, se se desequilibrarem, vão cair dentro do rio. É preciso criar essa proteção urgente. Protege até mesmo motociclistas e motoristas”, disse o prefeito.