Cadastro eleitoral biométrico tem pouca adesão e já preocupa a Justiça Eleitoral

411

c2dc9b85-0469-4aba-bdb3-5b958be39e08A pouca preocupação dos eleitores capixabas com o cadastramento biométrico, está sendo em 13 cidades capixabas está deixando preocupada a Justiça Eleitoral e também os políticos.

Em Vitória, de acordo com matéria publicada em A Gazeta nesta quinta-feira, dia 07/01/2016, menos de 20% do eleitorado compareceu até agora.

Em Água Doce do Norte, o juiz Edmilson Rosindo Filho se reune com pastores evangélicos nesta sexta-feira, dia 8 para pedir a colaboração dele para conscientizar a população sobre o cadastramento já que, até o momento, apenas 40% do eleitorado compareceu ao cartório.

Na maioria das cidades os eleitores devem comparecer aos cartórios até o dia 17 de fevereiro para realizar o cadastramento biométrico com a inclusão de impressões digitais, assinatura eletrônica e fotografia.

Em Vitória o prazo termina no dia 27 de março. Quem não se cadastrar terá o título cancelado, os direitos políticos suspensos e, com o título cancelado, o cidadão não pode tirar passaporte, não pode assumir cargo público e nem se matricular em universidades públicas.

Para realizar o cadastramento biométrico, o eleitor deve procurar os postos de atendimento do TRE/ES portando título eleitoral, original e cópia de documento oficial com foto e de comprovante de residência atualizado.

A coleta de dados biométricos está sendo realizada nas seguintes cidades: Vitória, João Neiva, São Roque do Canaã, Marechal Floriano, Laranja da Terra, Água Doce do Norte, Vila Pavão, Mimoso do Sul, Marilândia, São Domingos do Norte, Águia Branca, Vila Valério e Ponto Belo. Exceto os eleitores que tenham ido anteriormente aos cartórios eleitorais para requerer alistamento, transferência ou revisão e, na oportunidade, tenham sido submetidos à coleta de dados biométricos, todos os eleitores dessas cidades deverão comparecer no prazo estabelecido ou terão seus títulos cancelados.