Barra de São Francisco sedia seminário para apresentar ferrovia e novo porto

1631

O município de Barra de São Francisco vai sediar, no próximo dia 15 de janeiro, o seminário de apresentação dos projetos de construção do megaporto da Petrocity, em São Mateus, e da nova ferrovia Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo, que ligará Sete Lagoas (MG) à cidade litorânea, cortando os municípios de Barra de São Francisco e Nova Venécia. A extensão da ferrovia será de 560 quilômetros e permitirá, no futuro, a integração com a região produtora de soja para o transporte de grãos.

A data foi acertada nesta sexta-feira (21), entre o prefeito Alencar Marim  e o presidente da Petrocity, José Roberto Barbosa da Silva. O evento será estratégico, pois ocorrerá apenas dois dias antes da assinatura de contratado com as empresas que estarão envolvidas na construção do Complexo Portuário de São Mateus, um investimento de R$ 3,2 bilhões, que empregará 2.500 pessoas nas obras civis e outras 2.000 pessoas durante a operação.

O deputado Enivaldo dos Anjos e o prefeito Alencar têm estreita parceria pelo desenvolvimento regional

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), segundo secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e representante da região Noroeste no Parlamento estadual, anunciou o apoio institucional, através da Casa dos Municípios, que fará, junto com o município anfitrião, a mobilização das lideranças políticas da região Noroeste para o seminário. “Esses projetos definirão uma nova era de prosperidade para nossa região”, disse o deputado.

APOIO EMPRESARIAL

A programação do seminário e o local de sua realização serão definidos nos próximos dias, mas os principais atores envolvidos já estão articulados e com a data aprovada. A Associação Noroeste de Rochas Ornamentais (Anpro) estará na mobilização da classe industrial, uma vez que o seminário reunirá lideranças políticas e empresarias de pelo menos dezessete municípios do Noroeste. Pelo menos 200 líderes regionais estão sendo esperados no encontro.

José Roberto, presidente da Petrocity, expôs o projeto do porto de São Mateus para prefeitos do Norte (Foto: Portal SBN)

Nesta sexta-feira (21), o presidente da Petrocity reuniu-se, na Prefeitura de Pinheiros, com prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento do Norte, presidido pelo prefeito Sérgio Murilo Moreira (PSDB), de Ponto Belo. No encontro, para falar sobre o projeto do novo porto em São Mateus, o presidente da Petrocity citou o impulso que o empreendimento dará para o desenvolvimento das regiões Norte e Noroeste do Estado.

“E não apenas isso, mas também ao Leste de Minas, envolvendo o Vale do Jequitinhonha, e o Sul da Bahia. A implantação do porto vai interiorizar o desenvolvimento da economia, diminuir os custos de produção e, consequentemente, o preço final ao consumidor, seja o regional, o nacional ou mesmo nos produtos para exportação, aumentando a competividade e incrementando o comércio exterior”, disse José Roberto.

A nova ferrovia, que tem no empresário Maurício Toledo, da Toledo Mineração, sediada em Barra de São Francisco, um de seus maiores entusiastas, é uma planta independente do complexo portuário, mas a ele vinculado, possibilitando a chegada da produção de rochas, minério, café, frutas, laticínios e tudo o mais que for produzido ao longo de sua área de influência.

A Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo terá Unidades de Transbordo e Armazenamento de Cargas em Barra de São Francisco (ES), Governador Valadares, Santa Maria de Itabira e Sete Lagoas, este em Minas Gerais, e passará pelo terminal de cargas do Aeroporto Internacinal de Confins, em Belo Horizonte, onde haverá uma UTAC de mercadorias de alto valor agregado.

“Isso poderá possibilitar, inclusive, a exportação de automóveis produzidos na região de Belo Horizonte”, disse José Roberto Barbosa.

(Série de reportagens produzidas pelo jornalista José Caldas da Costa sobre os impactos dos projetos da nova ferrovia e do porto da Petrocity sobre o Norte e Noroeste do Estado)