Barra de São Francisco continuará na contramão até quando?

1150

09Nos primeiros meses de 2015 o prefeito Luciano Pereirinha (DEM), decretou estado de calamidade pública no município de Barra de São Francisco, em virtude da seca que atingia a região, decreto esse válido por 180 dias. Desde então a situação do município não melhorou, a seca está se agravando muitas nascentes secando e produtores rurais com sérias dificuldades com água para irrigação e para servir aos animais.

Nesse período de 180 dias esperava-se que a prefeitura fizesse um trabalho de construção de barragens, caixas secas preparando o município para quando as chuvas chegassem, porém, nada disso foi feito. Vencido o prazo do decreto o mesmo não foi renovado, então ficam as dúvidas; não foi renovado porque a situação do município melhorou?

Certamente que não melhorou, cada vez mais os produtores estão tendo dificuldades, principalmente dificuldades para honrar seus compromissos financeiros. Então, porque não renovou o decreto? Não renovou porque o prefeito entre acolher e apoiar os pequenos produtores preferiu fazer uma festa onde gastará grande quantia em dinheiro somente para satisfazer seu ego, ou quem sabe por outros motivos.

Certamente após, passar o período de festas virá um decreto dizendo que a prefeitura necessita conter gastos, aí faltará óleo diesel para colocar nas máquinas, faltará como já estão faltando exames e remédios para a população, faltará merenda escolar e muitas outras coisas. Que a população esteja atenta.

Uma pergunta não quer ser calar, até quando Barra de São Francisco andará na contramão?