Bandidos que aterrorizaram Barra de São Francisco, já roubaram outros bancos

1306

Os seis bandidos presos após tentativa de roubo à agência do Sicoob já atuaram em crimes semelhantes na região e também no Estado de Minas Gerais

Os seis criminosos presos por envolvimento na tentativa de assalto à agência do Sicoob de Barra de São Francisco e no sequestro da família de um funcionário da agência são suspeitos de roubarem outros bancos da região e também no Estado de Minas Gerais. A informação é da Polícia Civil.

Segundo a Polícia Militar e a assessoria do Sicoob, a quadrilha sequestrou a família de um funcionário do banco na noite de domingo (23). Na manhã de segunda-feira (24), dois suspeitos levaram o homem até a agência, que fica no Centro da cidade, pois queriam ter acesso ao cofre. No momento da ação havia 12 pessoas no banco, que foram feitas reféns. No entanto, o sistema de segurança do local acionou a PM, que agiu rápido e conseguiu impedir o assalto.

Houve até troca de tiros na rua entre a polícia e os bandidos. O tiroteio aconteceu depois que um dos acusados tentou fugir, informou a PM. Moradores ficaram em pânico com o assalto e os tiros em plena manhã da véspera de Natal.

Os militares fizeram um cerco e prenderam três criminosos logo após o crime. Mais tarde, outras três pessoas envolvidas foram detidas na cidade e também em Mantena (MG). Com os bandidos foram encontradas duas pistolas 9 mm, de fabricação turca.

Apesar do tiroteio e da violência da ação criminosa, ninguém ficou ferido. A família sequestrada foi libertada, assim como as pessoas que estavam na agência no momento da tentativa de assalto.

Por conta do crime, o banco foi fechado para o atendimento ao público. Apenas o autoatendimento funcionou na segunda-feira. Segundo o Sicoob, a agência abrirá normalmente nesta quarta-feira (26).

Prisões

Em nota, a Polícia Civil informou que nove pessoas foram conduzidas à Delegacia Regional de Barra de São Francisco na segunda-feira (24) para prestar esclarecimentos. Três foram ouvidas e liberadas. Os seis suspeitos, sendo uma mulher, foram autuados em flagrante por extorsão mediante sequestro, tentativa de homicídio, tortura e roubo. Os cinco homens foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Domingos do Norte. A acusada foi levada para o CDP de Colatina.

“O caso seguirá sob investigação da Polícia Civil. Outras informações não serão repassadas, no momento, para não atrapalhar as investigações. Denúncias que auxiliem no trabalho da polícia e contribuam para a identificação de suspeitos podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br. O sigilo e o anonimato são garantidos”, destaca a nota.

Leia também:

Polícia frustra tentativa de assalto em Barra de São Francisco