Atrasado: Prefeito francisquense ainda não encaminhou projeto de orçamento para o legislativo

412
Juvenal cobra do prefeito envio do orçamento
Juvenal cobra do prefeito envio do orçamento

O prefeito de Barra de São Francisco, Luciano Pereirinha (DEM), sempre demonstra não estar nem aí para o cumprimento das leis municipais, prova disto foi que o Presidente da Câmara, vereador Juvenal Calixto (PPS), reclamou na sessão desta segunda feira, 30/11/2015, que até esta data o prefeito não encaminhou à Câmara o projeto de orçamento para o ano de 2016.

Segundo o presidente o projeto deveria ter sido encaminhado à Câmara em outubro para possibilitar a discussão do projeto. O projeto de lei do orçamento, obrigatoriamente deveria ser discutido com a sociedade. Como já estamos no mês de dezembro essa discussão ficará prejudicada.

Perseguição a servidor

Uma servidora efetiva da prefeitura municipal de Barra de São Francisco que reside com sua família na sede do município foi transferida pelo secretário de educação para prestar serviços numa escola distante da cidade.

Preocupada com a situação a servidora procurou ao secretário Aldair e o mesmo respondeu para ela: isso é problema pessoal seu. Por atitudes como essa vê-se que de educação o secretário não entende nada.

Transferir uma servidora para longe da cidade implica na obrigação do município em providenciar transporte para a servidora e também alimentação. Essa servidora deveria recorrer ao Ministério Público para fazer valer seus direitos.

Não custa relembrar que esse secretário é o mesmo que por incompetência prejudicou o município no recebimento de recursos da merenda escolar, merenda hoje que é de péssima qualidade, o mesmo que deixa faltar fraudas nas creches, o mesmo que já foi condenado em processo administrativo pela SEDU.

Diárias do prefeito

Recentemente foi divulgado em jornais de circulação estadual e na TV a relação dos prefeitos que mais receberam diárias nesse ano de 2015. O que foi estranho para muita gente de Barra de São Francisco era que o prefeito Luciano Pereirinha não figurou entre os que mais gastaram, sabidamente, ele é um prefeito que passa mais tempo em Vitória do que na cidade.

O que ocorre: muitas prefeituras pagaram as despesas de viagens dos prefeitos com diárias, mas em Barra de São Francisco essas despesas são pagas com o tal suprimento de fundos, que serve para mascarar as despesas, pois quando é lançado no portal transparência não aparece o nome diárias.

Se for feita uma auditoria nos processos de suprimentos de fundos da prefeitura poderão descobrir que o gasto com viagens foi muito maior do que das prefeituras da região que tiveram seus valores divulgados.