Após uma morte, duas pessoas são transferidas de Barra de São Francisco com suspeita de dengue hemorrágica

1270

Mais um possível caso de dengue hemorrágica foi registrado em Barra de São Francisco, nesta quarta feira, 05/06/2019, desta vez é uma servidora pública do hospital da cidade.

Depois da morte da comerciante Maria Jose Nogueira, que morreu vitima da dengue hemorrágica, uma outra mulher, R.R.X.A, que estava internada na Casa de Saúde Santa Mônica, havia sido transferida para Colatina com suspeita da dengue hemorrágica.

Uma nova preocupação para a população de Barra de São Francisco, surgiu nesta quarta feira, pois a funcionária pública da cidade, V.V.L, também foi transferida para São Mateus, com suspeita da dengue hemorrágica, sendo que este é o terceiro caso consecutivo.

Muitas pessoas se mobilizaram no final da semana passada para promover limpezas em bairros de Barra de São Francisco, principalmente em lotes baldios, rios, entre outros locais, além de campanha educativa sobre este fato.

O prefeito Alencar Marim, tem dito constantemente que a prefeitura tem feito a sua parte, mas é preciso, segundo ele, que a população também colabore, não jogando lixo nas ruas, nem nos rios e nem em lotes baldios.

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos, também solicitou do governo do Estado uma força tarefa para ajudar no combate ao mosquito transmissor da doença do vírus da dengue.

Já foram registrados vários casos de dengue nos postos de saúde espalhados pelos bairros e distritos do município. Vale lembrar, que os casos de dengue estão espalhados por todo o Estado.

Veja o relato de uma jovem:

A população francisquense tbm tem q fazer sua parte. Sabemos q muitas das vezes a proliferação do mosquito Aedes aegypti é culpa nossa. Temos q ter a consciência q estar morrendo pessoas. Vidas estão indo, embora por relaxo nosso mesmo.

Aqui no meu bairro, Loteamento Carabina Rua principal, é uma vergonha, população jogando lixo na rua e deixando os quintais sujos. Nós q fazemos nossa parte acabamos pagando com a vida por ignorância de outros.

O perigo bate na porta. Não vai achando q com vc nada acontece, pq um dia pode acontecer. Não pense só no seu umbigo. Seu vizinho, seu amigo, até mesmo seu parente pode ser vítima dessa epidemia.