Apesar de cortes, Hartung diz a novos deputados que não há motivos para pessimismo

456

555O governador Paulo Hartung (PMDB) seguiu o ritmo de reuniões para explicar os cortes no orçamento do Estado, que está em torno de R$ 1 bilhão. Nesta quinta-feira (15), ele se reuniu com os deputados eleitos e que ainda não foram empossados.

Durante o encontro, Hartung agradeceu a presença de todos e sinalizou que a Assembleia será um importante parceiro durante o período de austeridade fiscal. “Será um ano desafiador? sim, será! Ainda mais que assim como o Espírito Santo, o país passará por um período de corte de gastos, porém não existem motivos para pessimismo. Vamos arrumar a casa e, paralelamente, trabalhar para impulsionar o desenvolvimento do Estado. Conto com a ajuda de todos os deputados”, finalizou.

“Como já havia feito com os deputados da legislatura anterior, o governador explicou que deve promover um corte em torno de R$ 1 bilhão no orçamento do Estado. Ele explicou que houve um rombo de meio bilhão e agora ele terá de consertar as contas”.

Preocupado com o fim do Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap), um deputado eleito perguntou ao governador como andam as verbas do Fundo das Cidades.

“Ele explicou que o Fundo das Cidades continua como antes, a ‘zero’. Não tem dinheiro. O saldo é negativo. Ele explicou que será necessário se readequar para que nos próximos anos tenha dinheiro”. Outros deputados também questionaram o governador. O deputado Enivaldo dos Anjos esteve presente na reunião, mas preferiu não comentar sobre o assunto.