Além de se acumularem nos pátios do Detran, veículos do Estado apodrecem em autarquias

364

3O fato de que veículos apreendidos e levados para pátios do Departamento Estadual de Transito (Detran) estão apodrecendo nos locais não é novidade para a população. No entanto, também perecem nestes veículos que deveriam prestar serviço a órgãos e autarquias estaduais, e que foram objetos de doação ao Estado.

No pátio do Detran de Alegre, no sul do Estado, há mais de seis mil veículos, entre motos, carros e caminhões que estão amontoados uns sobre os outros, assim como em Colatina, na região noroeste do Estado e em Nova Venécia, no Norte.

Além do acúmulo de veículos os pátios do Detran, os carros também acumulam nos pátios das próprias autarquias governamentais. No Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), por exemplo, veículos que deveriam estar em funcionamento, estão abandonados. Alguns desses carros foram doados ao governo e, ainda assim, estão parados.

De acordo com denúncia do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sindipúblicos-ES), os veículos servem de foco para o mosquito da dengue (Aedes Aegypti), representando ainda um problema de saúde pública e colocando a vida de servidores e da população em risco.

A entidade já encaminhou ofício às direções das autarquias pedindo providências imediatas e repudia o fato, que demonstra o descaso do governo com a saúde da população vizinha dos pátios, além de servidores públicos que trabalham nestas unidades.

O Sindipúblicos lamenta a falta de gestão do governo, que permite que os veículos se acumulem, sem visualizar solução para os casos, que poderiam resultar a entrada de recursos nos cofres públicos com o leilão dos automóveis.

Fonte: seculodiario