Polícia frustra tentativa de assalto em Barra de São Francisco

3510

Sequestro, tiros e pânico numa tentativa de assalto a banco. Esse foi o cenário no Centro de Barra de São Francisco, entre a noite deste domingo (23) e a manhã desta segunda-feira (24).

A família de um funcionário do Sicoob foi sequestrada durante a noite por sete criminosos. Pela manhã, o bancário foi levado por dois dos criminosos até a agência.

Eles queriam abrir o cofre do banco, mas foram surpreendidos pela Polícia Militar, após acionamento do sistema de segurança do local. Disparos de arma de fogo foram ouvidos e os moradores da cidade ficaram em pânico.

De acordo com a Polícia Militar, os dois acusados que tentaram assaltar a agência foram detidos com duas pistolas 9 milímetros. Eles entraram no banco com o funcionário sequestrado, mas o sistema de segurança foi acionado e permitiu a rápida ação dos policiais, que controlaram a situação, libertaram o refém e prenderam os dois suspeitos.

Em nota, o Sicoob informou que os criminosos tentaram o acesso ao cofre da agência, mas não conseguiram e foram presos em flagrante. “Ninguém ficou ferido e a família foi libertada. O Sicoob destaca a ação dos policiais, rápida e muito eficiente”.

Por conta da ação criminosa, a agência permaneceu fechada na manhã desta segunda-feira (devido à véspera de Natal, os bancos funcionaram das 8h às 11h).

Sobre o sequestro, a assessoria da PM explicou que, na noite de domingo, a família do gerente da agência foi feita refém na própria residência por cinco indivíduos. Com a chegada dos militares no banco, os suspeitos que estavam na casa do funcionário do banco fugiram e não foram localizados.

Até às 13hs desta segunda-feira (24), a Polícia Civil informou que a ocorrência estava em andamento na Delegacia Regional e ainda não tinha as autuações. Até as 15 horas, cinco indivíduos foram detidos.

Outro roubo

Na madrugada do último dia 19, bandidos usaram explosivos e estouraram a porta de vidro da agência do Sicoob em Laginha de Pancas, distrito de Pancas. Eles também tentaram abrir o cofre, mas não conseguiram. O banco ficou destruído e, até o momento, ninguém foi preso.