A “poeira” parece que deu uma baixada na correria dos pré-candidatos em Mantena

1220
João Rufino, Gentil Mata e Dr. Wanderson Coelho
João Rufino, Gentil Mata e Dr. Wanderson Coelho

Depois da correria para atrair partidos, fazer suas convenções, lançar candidatos a vereadores, vice e prefeito, parece que a “poeira” deu uma baixada na política de Mantena. Após os partidos resolverem suas questões junto a justiça eleitoral de Mantena, nota-se uma esfriada na busca de votos junto ao eleitorado local.

A partir do dia 16, ou seja, a partir desta terça feira os pré-candidatos a vereadores e prefeitos já podem partir no capinado em busca de votos. O prazo será curto, ou seja, a nova legislação eleitoral só permitido campanha politica 45 dias antes das eleições.

Em Mantena apenas três candidatos vão concorrer ao cargo de prefeito, Dr. Wanderson Coelho (PTN), João Rufino (PSB) e Gentil Mata (PPS). O pré-candidato João Rufino, que tem como vice Luiz Garcia, garante que já percorreu quase todo município levando seu nome para a apreciação dos eleitores.

O atual prefeito Wanderson Coelho que tem como vice o Vanderlei Professor, também tem ido as comunidades com frequência, ele que enfrentou sérios problemas em sua administração devido as duas enchentes que quase arrasou Mantena, deixando parte da cidade quase que destruída.

Ele não mediu esforços no sentido de lutar diuturnamente para recuperar a cidade e levantar a autoestima da população atingida por aquela tragédia. Gentil Mata já foi vice-prefeito do ex-prefeito Mauricio Toledo, que transferiu seu domicilio eleitoral para Barra de São Francisco e tem como vice Marcos Toledo.

Ele luta há tempos para chegar a cadeira de chefe do executivo municipal. Gentil buscará apoio junto ao eleitorado para tentar realizar seu sonho, que é o de chegar a prefeito de Mantena, ele que é natural de governador Valadares, mas reside no município há anos.