A casa caiu: faxineira é presa com R$ 15 mil em joias em Colatina

1222

04Mais de R$ 15 mil em jóias, folheados a ouro e relógios foram recuperados pela polícia em Colatina na casa da faxineira Cremilda Santana, de 46 anos. Cremilda é suspeita de furtar os objetos nas residências onde trabalhava. Além de anéis, cordões e medalhas de ouro, os agentes da Delegacia Patrimonial de Colatina encontraram cautelas de penhor de jóias no valor de R$ 2 mil.

De acordo com o delegado Landulpho Lintz a mulher foi presa dentro de casa no Bairro de São Silvano onde foram encontrados todo produto do roubo. Ela confessou os furtos nas residências onde passava e foi autuada por furto qualificado. Mas, como não houve flagrante vai responder o crime em liberdade.

Segundo informações da polícia, a faxineira Cremilda usava referências falsas de famílias colatinenses para oferecer serviços de limpeza. No menor descuido dos donos ela aproveitava e fazia uma ‘limpa’ nas gavetas da vítima. Ao menos duas queixas foram dadas contra Cremilda na 15ª Delegacia Regional de Colatina.

Uma delas com gravações de imagem dela saindo do prédio logo após furtar jóias. Por ter penhorado jóias roubadas na Caixa Econômica a faxineira colatinense pode responder por crime de estelionato, conforme informações da polícia.

Por: Nilo Tardin