1.151 PMs vão responder a inquéritos policiais militares no Espirito Santo

1171

O Boletim Geral da Polícia Militar desta sexta-feira (17) traz a publicação de atos relacionados a 1.151 policiais que vão responder a Inquéritos Policiais Militares (IPMs). Por enquanto a lista com os nomes dos PMs ainda não foi divulgada.

O procedimento é adotado para investigação de algumas situações, como aquelas em que se põe em risco a disciplina, quando o serviço não é prestado, que traga dano à sociedade ou a corporação.  Os policiais podem até ser expulsos da PM.

Na publicação também estão listados os 124 militares que responderão Processos Administrativos Disciplinares de Rito Ordinário (PAD-RO), o que já havia sido anunciado pelo Governo. São policiais que atuam há menos de dez anos na corporação. Eles já foram afastados de suas funções na rua, tiveram que entregar colete e armamento e passaram a exercer apenas funções administrativas. Ao final do processo, também podem ser expulsos.

O PAD RO tem prazo de 30 dias para sua conclusão, podendo ser prorrogado por mais 20 dias.

O boletim também traz 27 que estão relacionados ao Conselho de Disciplina. Todos possuem mais de dez anos de corporação. Também tiveram que entregar colete e armamento. Vão ficar à disposição do Conselho de Disciplina e fora das ruas. E correm o risco de serem demitidos.

Também nesse caso, o prazo de conclusão da investigação é de 30 dias para sua conclusão, prorrogáveis por mais 20 dias.

Fonte: gazetaonline