Vandalismo: Pichador de Santa Teresa ataca carros no centro da cidade

1133

444

Dois carros novinhos foram atacados na madrugada de ontem pela fúria de um pichador em pleno centro de Santa Teresa, município da região serrana do Espírito Santo.

As pichações com palavras obscenas foram escritas com spray de tinta preta em letras garrafais na lataria dos veículos. As ofensas chamaram a atenção dos vizinhos e moradores do centro da cidade. O caso foi parar na delegacia. A polícia de Santa Teresa destacou que este foi o primeiro caso de pichações deste tipo na cidade.

O advogado Aldimar Rossi, 34 anos não tem dúvida de que ele era o alvo certo das ofensas estampadas no seu carro, a caminhonete S 10 branca placas ODT – 5791 e o Ford kA amarelo LQR -5847 pertencente a sua mulher. Ele contou que por volta de 1h40 desta quinta-feira, 29 primeiro o homem invadiu a garagem de sua casa e escreveu palavrões no carro de sua mulher e nem tocou no carro do vizinho estacionado ao lado. Logo em seguida pichou com a caminhonete parada em frente à casa.

As câmaras de segurança do sobrado registraram toda a ação do bandido que também é acusado de furtar o armazém de uma distribuidora localizado próxima a casa do advogado Aldimar. Ele também é professor universitário. O advogado levou os carros a uma oficina de pintura da cidade. “Ainda bem que tinta sai. Pode ser removida com polimento da lataria”, garantiu.

Nas suas contas, o prejuizo provocado pelas pichações ultrapassam a faixa dos R$ 3 mil. “O que me espanta é a audácia desta pessoa. Os palavrões e xingamentos foram dirigidos diretamente a mim. Fique muito constrangido, sequer o conheço. Creio que esteja ressentido com alguma causa defendida por mim nos tribunais. Não vejo outra explicação”, destacou. Um suspeito chegou a ser detido. Foi levado para a delegacia, mas liberado em seguida por falta de provas.

O delegado de Santa Teresa Olair José dos Santos disse um inquérito será aberto para investigar o crime. Olair revelou que os dois carros foram periciados por agentes da polícia técnica em busca pistas como impressões digitais que possam comprovar a participação do suspeito. “Além das imagens do circuito de segurança já temos outras pistas que vão resultar na prisão do pichador de Santa Teresa”, disse o delegado Olair.

Por: Nilo Tardin