Situação dramática vivem os moradores de Vagem Alegre/Barra de São Francisco

811

O cenário adotado no distrito de Vargem Alegre, interior de Barra de São Francisco onde a população não conta com o sistema de coleta e tratamento de esgoto sanitário uma vez que o Estado se mostra omisso em relação ao problema. Assim, relataremos a seguir os problemas identificados no local.

O distrito possui redes principais de coleta de esgoto, entretanto as mesmas encontram-se em situação precária e os dejetos são despejados diretamente no rio, poluindo a pouca água que corre no rio e produzindo mau cheiro.

Além disso, parte do esgoto produzido na comunidade desagua em um “valão” feito pela Prefeitura Municipal onde os dejetos ficam empossados provocando mau cheiro e a proliferação de insetos que podem transmitir doenças aos moradores.

No distrito há uma estação de tratamento de esgoto (E.T.E) construída há muitos anos, porém a mesma nunca funcionou efetivamente para o tratamento do esgoto sanitário e hoje se encontra em situação precária e em situação de abandono, além de ter sido construído na época dentro da área de proteção permanente (APP) do rio, desrespeitando a legislação ambiental.

Diante dessa situação, os dejetos humanos são descarregados em valões ou diretamente no rio, sujeitando a população a exposição direta a doenças como febre tifoide, cólera, leptospirose, disenteria bacteriana, parasitoides, além de agravamento de epidemias de zika e dengue, e dos transtornos com mau cheiro.

Além do problema da falta de coleta de esgoto o distrito sofre com a falta de tratamento adequado da água. Conforme essa foto do litro a água está bem turva e amarelada, pois o sistema não é capaz de tratar uma água tão pesada e é nesses casos que entra a necessidade de se instalar um decantador.

Com esse decantador seria possível tornar a água mais propicia ao uso, assim como a construção de um poço artesiano que é essencial para melhorar a qualidade da água e até mesmo para ser usado como um subterfúgio para os tempos de seca uma vez que nos últimos anos a barragem da CESAN secou e não foi capaz de abastecer todas as casas, sendo necessário abastecer o distrito com um caminhão pipa

Moradores de Vargem Alegre se uniram e foram até a Câmara Municipal de Barra de São Francisco, nesta segunda feira, (25/11/2019), para juntos buscar melhorias para distrito, principalmente melhorias quanto a falta de saneamento básico, entre outras infraestruturas que o distrito necessita.

Nesta segunda feira o assunto esteve em pauta na Sessão Legislativa onde os moradores tiveram oportunidade de expor os problemas existentes na comunidade de Vargem Alegre para que todos os parlamentares tomem conhecimento.

Foi disponibilizado um ônibus com a ajuda e apoio do deputado estadual Enivaldo dos Anjos para transporte para que as pessoas pudessem comparecer a Câmara Municipal.

A Câmara municipal recebeu os alunos do curso de direito da Multivix e comunidade de Vargem Alegre ao qual apresentaram a “problemática quanto a falta de saneamento básico no distrito de Vargem Alegre, interior de Barra de São Francisco, e a violação ao direito humano fundamental a saúde”, inclusive mostrando a água que a comunidade tem tomado há vários anos.

Texto: Amanda Lima Gonçalves e Miriã Monteiro Ferreira 

O vereador Wilson Pinto das Mercês (PDT), deu uma resposta para os moradores de Vargem Alegre que estiveram presentes na sessão desta segunda feira.

Vejam na integra:

“Como a Cesan não é responsável pelos distritos, visto que as emendas colocadas pela Comissão de Justiça Legislação e Redação, na lei de concessão aprovada em primeiro plano e depois vetada pelo prefeito através dos vereadores que compõem sua base no novo contrato de concessão, não saberemos quando o município tomará as devidas providências concernente ao saneamento básico e tratamento de água nos distritos”.

“Caso não vetassem as emendas, hoje a Cesan estaria na obrigação de investir 50% e o município outros 50% nos distritos. Agora é obrigação do Município investir 100% no saneamento básico e no tratamento de água dos distritos, deixando a Cesan livre de qualquer investimento”.

“Eu, como vereador estarei indo em busca de Emendas Parlamentares junto aos deputados estaduais e federais, senadores para que assim caso consigamos podermos proporcionar uma melhor qualidade, seja no saneamento básico ou no tratamento de água dos distritos do município”, finaliza o vereador.