Policiais prende mandante e executores de casal em Vila Pavão. Dhemerson foi morto a golpes de facão

4765
Casal Dhemeson Santos e Lauriene Melo, foram assassinados

A polícia agiu rápido e no mesmo dia prendeu tanto o mentor, como os executores do casal Dhemeson Santos e Lauriene Melo, nas imediações da Praça São Marcos, no centro de Vila Pavão, na madruga do último sábado (15).

As buscas pelos assassinos tiveram início ainda na madrugada, logo após o duplo assassinato, com o Sub Ten Alciney Helmer, que responde pelo DPM local, assumindo o comando da operação.

Prisão do mandante

Baseado em informações de uma testemunha que presenciou toda a ação dos criminosos, pois, pernoitava na casa das vítimas, através de busca na região do Córrego da Rapadura e Córrego do Estevão, interior do município, os policiais localizaram e prenderam uma pessoa, apontado pelos executores, como sendo o mentor do duplo assassinato, tendo fornecido armas e roupas para os criminosos.  Segundo informações, o mentor é conhecido da polícia por práticas ilícitas e já vinha sendo monitorado.

Motivação dos crimes

Os executores alegaram que foram até a casa do casal para praticar um assalto, mas foram reconhecidos. Aí iniciou uma discussão e tiveram que matar os dois. Os policiais não acreditam nessa versão. Para eles, a motivação do crime é pelo comandando do tráfico na cidade, uma vez que, o mentor havia perdido o controle para Dhemerson Santos, que foi morto junto com a namorada.

A Prisão dos executores

Os policiais do DPM local prosseguiram com as buscas durante todo o dia para prender os executores do casal, os encontrando nas proximidades do Cocobongos Bar, localizado às margens da rodovia Vila Pavão a Nova Venécia, na entrada da cidade. Ao avistarem a viatura policial, os dois criminosos saíram correndo em meio a um matagal, sendo que um deles, foi alcançado e capturado.

O outro acusado, adentrou em uma mata fechada com terreno de difícil acesso. Foi então que o comandante DPM local, após montar cerco para impedir a fuga do criminoso, pediu reforço à força tática de Nova Venécia, e prontamente, foi enviado para o local o helicóptero Arpia 02 da PMES, NOTAER e uma equipe da CIOC com cão farejador, sob o comando do major Hoffman, culminando com a prisão do acusado. De acordo com a polícia, ao tentar fugir, o criminoso ainda tentou tomar uma motocicleta em assalto, de um produtor rural da região, mas não obteve sucesso. O último acusado foragido foi preso por volta das 18 horas na localidade de Córrego do Maroto.

A execução

A polícia esclareceu detalhes da execução. Durante a ação dos criminosos, que estavam com o rosto encoberto, Dhemerson Santos, uma das vítimas, teria reconhecido a voz de um deles, então, a dupla resolveu assassinar o casal.

Um dos criminosos teria desferido golpes de faca em Lauriene Melo que veio a óbito pouco tempo depois em um hospital de Barra de São Francisco e o comparsa matou Dhemerson que ao receber uma facãozada nas costas, correu ferido para a Praça São Marcos gritando por ajuda, mas foi alcanço e morto com outros golpes de facão.

Dhemerson havia sido preso no final de dezembro de 2019, por policiais de Vila Pavão por receptação de produtos de furto na cidade.

O nome dos supostos acusados não pode ser mencionado pelo motivo de a nova lei não permitir.

Fonte: vilanoticias