Enivaldo ironiza “drible da vaca” e diz que não é tutor de ninguém

561

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) manifestou-se, através de sua assessoria de imprensa, sobre o que chama de “tentativa de criar intrigas entre ele e o prefeito Alencar Marim” feita por um site de Barra de São Francisco e acentuou que não é tutor político de nenhuma liderança do município.

A informação divulgada dá conta de que Alencar deu um “drible da vaca” no deputado ao participar de audiência com o governador Renato Casagrande marcada através do secretário municipal de agricultura, Valmiro Saar, que é do PSB.

De acordo com a nota da assessoria, o deputado nega a veracidade da informação e que a nota é cheia de segundas intenções.  O deputado, líder do Governo na Assembleia, afirma que não é meio de ligação de nenhum político com o Palácio Anchieta.

“Sou meio de ligação do município de Barra de São Francisco e da região e não de pessoas. Qualquer liderança que me procura para ter acesso ao governador eu faço isso independente de cor partidária e da pessoa, faço pela região e pelo município. Se têm outros canais, que importância tem isso? Se é pelo bem do município, por que vou me incomodar?”, questiona  Enivaldo, por meio da assessoria.

O parlamentar ainda falou de tentativas de causar discórdias entre ele e o prefeito Alencar num momento em que os dois têm atuado conjuntamente para levar progresso e desenvolvimento para Barra de São Francisco.

“A nota que divulgaram – diz Enivaldo – tem a única finalidade de misturar questões institucionais com fofocas políticas locais e isso não tem boa intenção. O prefeito está trabalhando, eu estou trabalhando, mas tem gente que vive à toa e tentando causar atraso. Minha relação com Alencar é institucional, entre um deputado e um prefeito, e não política, até porque ele é de um partido e eu sou de outro”, afirma.

Como exemplo de sua atuação indistinta, Enivaldo dos Anjos cita que, nesta quinta-feira (5), o governador está recebendo vereadores, prefeitos e empresários de granito da região, numa agenda solicitada pela vereadora Zilene Sordine, que não é ligada, politicamente, a ele, “mas o pedido de audiência beneficia a região”.