Detran vai adotar novas placas do Mercosul a partir de dezembro no ES

64

Motoristas do Espírito Santo que comprarem carros zero quilômetro ou que trocarem as placas dos automóveis por conta de uma mudança de município serão obrigados a usar as novas placas do Mercosul a partir de dezembro deste ano. No Rio de Janeiro, essas placas passaram a valer a partir desta terça-feira (11). Outra novidade que será implantada para os proprietários de veículos do Estado será a disponibilização eletrônica do documento de licenciamento.

A partir do dia 1º de dezembro, as placas de veículos no Espírito Santo terão um novo padrão. Passarão a ter quatro letras e três números. A sequência de caracteres será formada por três letras, seguidas por um número, uma letra e os dois números restantes.

Além disso, a placa terá uma cor mais clara que a atual, que é cinza, e uma tarjeta azul na parte superior, com o nome do país. Não haverá mais os nomes dos municípios. A placa também terá as bandeiras nacional e estadual e um brasão municipal. De acordo com o Detran, o custo da nova placa ainda não foi definido.

O diretor de Habilitação e Veículos do Detran-ES, José Eduardo de Souza, explica como se dará mudança das placas veiculares. “Quem mudou de município ou de Estado e tem a placa cinza, se for mudar a placa, só vai conseguir colocar a do Mercosul, que é a oficial do país. Então, obrigatoriamente, a mudança se dará para quem tem carro zero e para quem se mudar. Isso vai ser gradativo.”

As novas placas terão mecanismos de proteção, com itens de segurança similares aos que são utilizados em cédulas. Um QR Code e um chip vão permitir que a placa seja rastreada por todos os países do Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela) e dificultará a clonagem.

LICENCIAMENTO ELETRÔNICO

Além dessa novidade, os condutores do Espírito Santo também vão poder contar, a partir de dezembro, com o licenciamento eletrônico. O documento pode ser utilizado em substituição ao Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV) físico. A obtenção da versão eletrônica acontece da mesma forma que a da habilitação digital.

Com isso, os condutores capixabas vão poder ter acesso, por meio do smartphone, do licenciamento, além da CNH, que já está disponível. Para utilizar as versões eletrônicas, é preciso baixar o aplicativo CNH Digital nas lojas virtuais Play Store ou App Store.

Antes de baixar o aplicativo, o condutor deve ter um número de celular e um endereço de e-mail cadastrados na base do Denatran. Para isso, é preciso realizar um cadastro no Portal de Serviços do Denatran: www.portalservicos.denatran.serpro.gov.br.

COMPARTILHAR