Deputado vai ao Governo pedir conclusão de rodovia em Ecoporanga

490

“Vou ao DER cobrar e já pedi uma audiência ao governador para levar o assunto, porque não acredito que ele saiba o que está acontecendo com essa obra”. Assim reagiu o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) ao tomar conhecimento do estado em que se encontram as obras de pavimentação da rodovia ES 113, que faz a ligação entre Ecoporanga e Nova Venécia, passando por Vila Pavão.

No último mês de julho, atendendo a pedido do prefeito Elias Dal´Col (PSD), Enivaldo protocou na Assembleia duas indicações de obras no município da região Noroeste do Estado, uma delas justamente para a ES 113, num total aproximado de 22km, ligando a sede municipal ao distrito de Joassuba e, daí, até Vila Pavão.

“Há dois trechos inconclusos dessa rodovia, importante para o escoamento da produção agrícola e para o acesso de estudantes ao complexo de ensino superior em Nova Venécia. Agora, tomei conhecimento, através de um proprietário rural da região, que desde dezembro existe uma cratera com oito metros de profundidade aberta no meio da rodovia e o tráfego é desviado para o meio de um pasto. Isso não pode ficar assim”, disse Enivaldo.

O parlamentar já pediu ao governador Paulo Hartung que seja feito aditamento do contrato de pavimentação do trecho Ecoporanga-Imburana para que seja concluída a ligação asfáltica entre Ecoporanga e Nova Venécia, através da ES 113.

O primeiro trecho é de apenas 2km, entre o parque de exposições e o povoado de Zeca Bilim, O outro trecho, com 20km, é entre Joassuba e Vila Pavão, na chegada a esta cidade. “Produtores rurais, pessoas em busca de atendimento médico e estudantes transitam diariamente por esta rodovia, e também aqueles que buscam o litoral Norte”, disse Enivaldo.

Outra demanda levada por Enivaldo ao chefe do Executivo foi no sentido de elaboração de estudos, projetos e construção de uma rodovia do contorno de Ecoporanga, ligando a ES 320 no trecho Ecoporanga-Imburana ao trecho Ecoporanga-Barra de São Francisco, a leste da sede municipal, atravessando o leito da ES 113. O objetivo é melhorar a segurança do trânsito na cidade, que fica a 330km de Vitória.

“Com isso, vamos tirar o tráfego pesado de carretas do centro de Ecoporanga, o que vem colocando em risco a segurança da população e causando transtorno, pois essas carretas transportam blocos brutos de granito, danificando pontes, a pavimentação e até mesmo a estrutura de casas, construídas em tempos que não havia tráfego pesado na cidade. E também tem as carretas de gado, porque o município é grande produtor de gado de corte”, explicou Enivaldo.

COMPARTILHAR